Profissionais esclarecem com que frequência você deve lavar seus lençóis

Por Lindsay Geller e K Aleisha Fetters – Women’s Health EUA

lavar o lençol
Foto Shutterstock

Chegou ao fim mais um dia longo e cansativo. Reuniões, prazos, tarefas de última hora… Agora que você (finalmente!) está em casa, tudo o que mais quer é pular na cama. Não tão rápido. Já parou para pensar com que frequêcia lavar o lençol? Isso porque você deve estar pulando em uma fossa de pele morta, ácaros, bactérias, fungos e – acredite ou não – material fecal (como cocô).

Agora que você deve estar um pouco assustada (desculpe por isso), aqui está tudo o que você precisa saber sobre a higiene da cama:

Quantas vezes você deve lavar o lençol?

“No mínimo, você deve lavá-los uma vez por semana”, diz Philip M. Tierno, professor clínico de microbiologia e patologia no New York University’s Langone Medical Center.

A American Academy of Dermatology (ADD) também recomenda lavar seus lençóis uma vez por semana, mas também sugere trocar suas fronhas de duas a três vezes por semana.

Lavar os lençóis = menos espinhas?

“Se alguém está trocando só a cada dois meses, isso é um problema”, diz Emmy Graber, dermatologista e presidente do The Dermatology Institute of Boston. “Mas mudar os lençóis todos os dias vai ajudar a melhorar a sua pele? Provavelmente não.”

Ainda assim, certas pessoas podem querer considerar jogar uma pilha de lençóis na lavagem com mais frequência do que outros. “Se você suar muito à noite, deve trocar com mais frequência do que alguém que não sua”, explica Graber. O mesmo, diz ela, vale para pessoas que tendem a babar durante o sono ou usar maquiagem e/ou hidratantes pesados na cama.

Leia mais

11 maneiras de tirar cheiro de suor das roupas de treino
Acredite: você provavelmente tem ácaro nos cílios!

Se você se encaixa nesses grupos (sem vergonha), é melhor lavar o lençol pelo menos uma vez por semana, mas pode ser necessário limpá-los com mais frequência se/quando eles estiverem visivelmente sujos.

Se lavar toda semana não vai melhorar sua pele, por que fazê-lo?

“Quando dorme, você está cobrindo os lençóis e fronhas com células da pele (50 milhões por dia!), suor, maquiagem, loções, cabelos e qualquer outra coisa que você pegou durante o dia, como pólen e pelos de animais a mofo e partículas de sujeira”, diz Tierno.

“Ambas as células mortas da pele e suor também são alimentos para ácaros, atraindo-os para a cama e ajudando-os a se multiplicar”, explica o profissional. Enquanto você provavelmente não ama a ideia de ter alguns ácaros por perto, os insetos em si são geralmente inofensivos. O cocô deles, por outro lado, pode causar alergias e asma. “Mesmo se você não tiver alergias, ainda pode fazer você acordar com olhos vermelhos e nariz entupido”, diz ele. “Muitas pessoas não percebem que passam um terço da vida exposta a esses alérgenos.”

Como você deve lavar o lençol?

“Felizmente, você não precisa sair e comprar um detergente especial para limpar seus lençóis”, explica Graber. Então, se funcionar para suas roupas, vai funcionar para a sua cama. “Claro, se você quiser mudar seu sabão em pó, escolher um hipoalergênico é um bom começo.”

Mas, mesmo que você lave seus lençóis uma vez por semana, sua cama ainda pode ser um pouco desagradável. Aqui está o motivo: “com o tempo, a gravidade toma conta, ajudando essas partículas e bactérias a infiltrar-se em seu colchão e travesseiros”, diz Tierno.

Você pode estar pensando que a única solução é se livrar do seu colchão e travesseiros, mas há uma maneira mais fácil e barata de evitar que as bactérias se acumulem. Tierno recomenda comprar colchões e fronhas “impermeáveis”, que envolvem todo o colchão (e não apenas em cima). E, se essa não for uma opção, limpar seus lençóis a cada semana vai ajudá-la a se sentir mais limpinha.