É verdade que fazer gargarejo com água e sal cura dor de garganta?

Por Kasandra Brabaw – Women’s Health EUA

gargarejo com água e sal
Foto Shutterstock

Você já deve ter ouvido sua avó falar que fazer gargarejo com água e sal pode ajudar a curar uma dor de garganta. Mas antes de correr para fazer a receita, é melhor descobrir se ela realmente funciona.

A boa notícia é que a água salgada pode sim ajudar a aliviar este problema. “Meus filhos sabem que o gargarejo com água e sal é a primeira coisa que eu digo quando eles têm dor”, diz Sam Huh, chefe de otorrinolaringologia do Mount Sinai Brooklyn (EUA).

A má notícia: esta mistura não cura a dor de garganta. “A grande maioria dos casos é viral, não bacteriana”, diz Huh, e elas desaparecem sozinhas em três a sete dias. Normalmente, seu corpo tem todas as ferramentas necessárias para curar este problema. Mas isso leva tempo, e você certamente não quer ficar sentada enquanto espera o seu corpo trabalhar essa “mágica”. Enquanto isso, gargarejar água salgada é um dos truques que podem ajudar a tornar a dor um pouco menos forte.

Leia mais

Água com limão: 8 dúvidas que você ainda não teve resposta
Isto é o que acontece se você comer muito sal, segundo nutricionistas

Vamos entrar nos detalhes minuciosos, para que você possa decidir por si mesma se a receita é exatamente o que precisa para sua dor de garganta.

Fazer gargarejo com água e sal mata bactérias na garganta?

“A água salgada é hipertônica”, diz Huh. Isso significa que tem uma pressão osmótica mais alta do que o fluido nas células. Então, quando você mergulha as células da garganta na solução, o líquido nas células é atraído para a superfície, assim como qualquer vírus ou bactéria que esteja lá, o que significa que você poderá cuspir um pouco dele junto com a água salgada.

“A umidade extra na superfície também faz a dor de garganta amenizar”, diz Huh. Há também o potencial de que o sal possa matar algumas bactérias ou vírus que causam dor na garganta quando estiver perto o suficiente da superfície. Mas, novamente, ela não é uma cura para a garganta inflamada; não vai atacar a raiz da sua dor.

Quanto sal você deve usar para fazer a mistura?

O teor de sal faz uma grande diferença. Se você está enojado com a idéia de por algo tão salgado na boca, pode usar um pouquinho de sal. Infelizmente, isso não fará muito pela sua garganta.

“A água tem que ser hipertônica”, diz Huh. “Pense em como as lágrimas têm sabor salgado. Tem que ser mais salgado do que isso.” Normalmente, os médicos recomendam colocar 1/4 de colher de chá de sal em meio copo de água morna. E sim, a água precisa estar quente. Por um lado, o calor ajuda a dissolver o sal, mas também aumenta o fluxo sanguíneo na garganta, que aciona o sistema imunológico.

O tipo de sal que você usa não importa. Qualquer um funcionará, desde que você use o suficiente (embora grânulos menores possam se dissolver mais rápida e facilmente).

Com que frequência devo fazer gargarejo com água e sal?

“Após fazer a primeira vez, você deve começar a se sentir melhor dentro de 24 horas”, diz Huh. Mas é necessário manter a rotina ou perderá os poderes de dor de garganta do sal.
Dependendo do quanto sua garganta dói, ele sugere fazer entre duas a quatro vezes por dia. Apenas certifique-se de beber muita água, para que o sal também não resseque demais.

Todos podem usar esta técnica?

Se você tem pressão alta, não deve fazer gargarejo com água e sal. “Toda vez que gargarejamos, engolimos acidentalmente um pouco de líquido”, diz Huh. Isso não é grande coisa para pessoas com pressão normal. Contudo, alguém que tem problemas para controlá-la deve ficar longe desta técnica e tentar outra coisa.

Felizmente, muitos dos remédios caseiros com os quais estamos familiarizados podem ajudar, porque muitos deles servem para manter a garganta úmida. “Pessoalmente, acredito que a sopa de galinha faz a mesma coisa, porque tem um caldo salgado”, diz Huh. Além disso, a sopa tem nutrientes que podem combater a infecção.

Engolir uma colher de mel, usar um umidificador, beber muita água e outros líquidos e ficar longe da fumaça do cigarro também acalmam a dor de garganta. Então parece que realmente há alguma eficácia nesses remédios aprovados pelas avós!