#Escapes: Uma aventura em Chicago, nos Estados Unidos

Por Cacá Filippini

Viagem para Chicago
Foto Arquivo Pessoal

Viagem ao exterior, em especial rumo a Terrinha do Tio Sam costuma ser sinônimo de compras para muitos viajantes, não é mesmo? Mas a Escapada dessa semana, mostra que é possível fazer uma viagem para Chicago, nos Estados Unidos, e vivenciar muito bem-estar, aventura, fazer menos do mesmo e ainda explorar o novo local de diferentes formas.

Meu destino é a principal cidade de Illinois, estado da região Centro-Oeste dos Estados Unidos, localizada às margens do gigantesco Michigan, maior lago de água doce dos Estados Unidos e o quinto do mundo.

Para quem não sabe, Chicago é a terceira cidade mais populosa dos Estados Unidos, atrás de Nova York e Los Angeles, com 2,7 milhões de habitantes, onde sóna região metropolitana concentram-se 9,5 milhões.

A cidade é reconhecida por sua cultura popular em romances, peças teatrais, filmes, músicas, vários tipos de revistas (por exemplo, esportes, entretenimento, negócios, comércio e acadêmicas), e nos meios de comunicação. Chicago tem apelidos numerosos, que refletem as impressões e opiniões históricas e contemporâneas e os mais conhecidos incluem: “Chi-Town“, “Windy City” e “Second City“.

Vale também dizer que Chicago é o lar de 552 parques e tem 15 quilômetros de praias de banho. Por isso, eu não poderia deixar de explorar ao máximo as atividades ao ar livre. Do momento que cheguei á cidade até o último dia, acumulei em média 20 mil passos diários e um GPS em minha mente.

Leia mais

#Escapes: a experiência de esquiar em Valle Nevado, no Chile

Isso sem contar a média de 5km matinais próximos ao amanhecer, que percorria por diversas ruas rumo às margens do Michigan, onde troquei inúmeros “G´Moring!” (Bom dia – em inglês)com pessoas e grupos de diferentes idades, praticantes de atividades como: caminhada, corrida, ciclismo e até mesmo natação, mesmo nas águas geladas e agitadas do lago.

Foto Arquivo Pessoal

Foram 4 dias intensos, mas que me permitiram saborear com calma e muita tranquilidade, um café da manhã no 103º andar do arranha-céu de Chicago conhecido por Skydeck, que recebe visitantes do mundo inteiro que buscam um registro de um dos 4 cantos da vista envidraçada em 360º de toda a cidade. E claro que arrisquei alguns cliques também.

Viagem para Chicago

Motivada ao ver moradores da cidade remando seus caiaques pelo canal que se origina no lago Michigan e corta toda a cidade, também me aventurei e posso dizer que foi uma das experiencias mais marcantes durante a minha visita. Primeiro me remeteu ao sonho de poder navegar em um dos Rios que cortam São Paulo, e que infelizmente, estão mortos e super poluídos.Depois porque nunca havia imaginado, conhecer uma cidade (exceto Veneza) pelas águas. Enquanto remava, observa os grandes prédios, a vida daquelas pessoas e o pacote completo. Foram 90 minutos os quais tive a sensação de, talvez, meia hora, em que com Urban Kayaks que me conectei de uma forma nova àquele lugar.

Viagem para Chicago
Foto Arquivo Pessoal

Isso sem contar que a prática do remo ou caiaque oferece benefícios como: perda de peso, por queimar até 400 kcal/h, construção de força muscular e ganho de flexibilidade com a prática constante e ainda, sociabilização. Ainda mais em um cenário ondeembarcações de diversos portes se misturam ao longo de toda a cidade e embelezam o chamado Riverwalk, uma espécie de caminho às margens do canal.

Leia mais

#Escapes: benefícios em se desconectar da tecnologia
#Escapes: um mergulho nos mistérios da Riviera Maya, no México

Mas se você pensa que parei por aí, não, não! Também não posso deixar de mencionar minha escalada no Rock climbing atMaggie Daley Park , um local destinado aos aventureiros de todas idades com paredes de escalada divididas por níveis de dificuldade, próximo a um dos principais parques da cidade, Millennium Park.

A perspectiva da visão de Chicago muda desse ponto e a partir dali, observo famílias que estimulam seus pequenos a se desafiarem e curtirem um pouco de adrenalina.

Foto Arquivo Pessoal

Posso dizer que Chicago de fato me surpreendeu e me ofereceu tantas possibilidades de turismo e bem estar, que o que ainda não havia conhecido nas alturas ou nos momentos que circulei pelas ruas, conheci em um tour muito especial de bicicleta com Chicago’s Greatest Hits Tour with Bobby’s Bike Hike.

Pense em um grupo de pessoas de todos os locais do mundo, que decidem explorar seu destino de um modo novo e você terá um retrato do que era o meu grupo.

Ah, embora as ciclovias estejam restritas às margens do Michigan, motoristas e ciclistas convivem muito bem e me senti segura ao conduzir a minha magrela por 17km que misturaram trânsito intenso, parques, brisa das “praias” e toda a energia que a mais americana das grandes cidades dos Estados Unidos tem a oferecer.

Durante o passeio, pude observar a vida mais urbana, com carros, ônibus, obras, caminhões, pessoas com seus pets pelas ruas, outros levando suas compras, seus cafés em mãos, atrasados ou não para algum compromisso, vindo ou indo a alguma prática esportiva, enfim, vivendo suas vidas.

Das ruas, o emaranhado de prédios altos, modernos e de arquitetura mais antiga, se misturavam a toda aquela movimentação.  Soávamos nossas campainhas a cada cruzamento, curva ou manobra que fazíamos. Era o simples, com um pouco da minha infância, com uma pitada de ansiedade em viver um pouco mais daquilo e tantos pensamentos e desejos com os quais eu conversava durante o percurso.

A sensação de bem-estar se fez ainda mais presente quando chegamos a orla e lá pude ver, uma cidade que se adaptou ao clima extremo, as condições que têm e principalmente, que se reinventou através de uma grande tragédia do passado.

Vivi ainda outras tantas experiencias que estão resumidas no vídeo abaixo, então aperta o play e se inspire para viver experiencias diferentes em suas próximas escapadas por uma vida melhor!

Até a próxima e #GoEscapes.