Saiba como se livrar de toxinas presentes em sua casa

Algumas estão, por exemplo, na poeira doméstica e podem causar até câncer

Por Letícia Naísa e Victoria Joy

Muito além dos vírus que já conhecemos, a sua casa pode ser o lar de substâncias tóxicas capazes de interferir diretamente na sua saúde. Já ouviu falar em poeira magnética, por exemplo? Presente na sua sala de estar (isso mesmo), ela pode causar desequilíbrio hormonal e câncer e está presente na sua sala de estar. A WH conversou com especialistas para te alertar sobre esse – e outros perigos – e como se livrar deles.

Quente demais para a TV

Enquanto alguns filmes parecem ser a pior coisa que já atingiu sua tela de televisão, os retardadores de chamas que trabalham quando ela – e o computador, celular ou tablet – está ligada são um adversário à altura.

A poeira magnética emitida por eles é tóxica e pode prejudicar o seu equilíbrio hormonal, além de causar alguns tipos de câncer. Aconselhar a enterrar seu telefone no quintal não é realista, mas só desligar os eletrônicos durante a noite para permitir que eles esfriem – ao invés de deixá-los em stand-by ou no modo noturno – faz a diferença nos níveis dessa substância à sua volta.

Soneca boa

Quem não adora dormir no sofá vendo TV? Apesar de confortável, a maioria dos estofados macios contém substâncias alcaloides perfluoradas (PFAS), que os torna resistentes a manchas e água, mas também suprimem ou desequilibram seu sistema imunológico. “O melhor é optar por um sofá de couro ou de algodão”, diz Joseph Pizzorno, médico britânico e autor do livro The Toxin Solution (sem tradução no Brasil, mas disponível em livrarias).

Sem grana para um móvel novo? “Independentemente do material do estofado, é importante manter a limpeza”, aconselha Werciley Júnior, infectologista do Hospital Santa Lúcia, em Brasília (DF). Não deixe de passar aspirador a cada 7 ou 15 dias.

Não solte spray

Purificadores de ar e velas perfumadas geralmente contêm limoneno, que deixa aquele cheirinho cítrico no ar. Parece bem inocente, mas quando ele entra em contato com algumas partículas do ar, pode produzir uma molécula de formaldeído, que é uma substância cancerígena.

A boa notícia é que plantas domésticas, como a hera, gerânios, lavanda e samambaias, absorvem o formaldeído do ar doméstico.

Leia mais: Conheça 3 grandes vilões escondidos no seu banheiro

Sono pesado

É provável que seus lençóis estejam abrigando altos níveis de retardadores de chamas que liberam toxinas. Nós passamos mais ou menos um terço das nossas vidas na cama, absorvendo substâncias por meio da pele e dos pulmões, então vale a pena optar por alternativas mais naturais. Troque o colchão por um de látex orgânico, o edredom por uma alternativa de lã e os lençóis e fronhas por outros feitos de algodão branco, sem tingimento. Bons sonhos.

Dá barato

Muitas tintas são cheias de compostos voláteis que evaporam em temperatura ambiente.

“Uma exposição de baixo nível a esses compostos já pode causar dores de cabeça, tonturas e enjoos”, diz Joseph. Na próxima vez que você estiver planejando pintar as paredes, certifique-se de optar por alternativas livres de ftalatos. Ah, e mantenha o ambiente arejado.

COMPARTILHAR