Inspiração: mulher assume cabelo grisalho aos 28 anos

Por Ana Paula Ferreira

Foto Reprodução/Instagram

Kate Dinota se tornou uma grande inspiração nas redes sociais. O motivo? Ela foi a mulher que assumiu cabelo grisalho aos 28 anos.

A norte-americana tinha apenas 7 anos quando sua mãe encontrou seu primeiro fio branco. Aos 14, passou a tingir o cabelo por sentir vergonha. Contudo, quando completou 28, decidiu fazer algumas contas.

Ela descobriu que, ao longo de todo esse tempo, havia passado mais de mil horas em salões de cabeleireiro e desembolsado cerca de 14 mil euros (aproximadamente R$ 60.500) para pintar o cabelo.

Foi aí, então, que Kate resolveu finalmente assumir seus fios naturais – decisão muito julgada por todos à sua volta. “As pessoas diziam: ‘você tem certeza? E sua carreira? Você é tão jovem!”, contou em entrevista à BBC News.

O empoderamento do cabelo grisalho

Kate é apenas uma de várias jovens mulheres que têm cabelo natural grisalho. No Instagram Grombre, fundado por Martha Smith, de 26 anos, é possível encontrar mais delas.

Hoje, a conta já passa dos 24 mil seguidores. Na descrição do perfil, uma mensagem de incentivo: “Uma celebração radical ao fenômeno natural do cabelo grisalho”.
“Aqui temos mulheres que um dia disseram: me sinto pressionada a mudar, mas não vou seguir esse caminho. Vou ver como sou de verdade”, relatou Martha à BBC.

Leia mais

“A obsessão pelo fisiculturismo me fez perder o cabelo”, diz influencer
Inspiração: leitora conta como emagreceu 50kg com dieta low-carb e caminhada

De acordo com Kate, essa atitude é importante para representar pessoas de todas as idades, uma vez que a publicidade só mostra mulheres com cabelo branco em idade “apropriada para tê-lo”. “As empresas escolhem modelos grisalhas a partir dos 60 anos. Essa cor só é celebrada nessa fase da vida”, reclamou.

Essa é uma situação bastante contraditória, uma vez que a tendência do “granny hair” (cabelo de vovó) ficou bastante em alta nos últimos anos, inclusive entre celebridades internacionais como Lady Gaga e Ariana Grande.

Foi essa moda que fez com que a norte-americana Stephanie Tunchez, de 30 anos, se convencesse a parar de pintar seus fios. “Eu pensei: ‘elas estão pagando centenas de dólares no salão para conseguir esse visual e eu estou aqui tentando escondê-lo”, relatou. Sua atitude, inclusive, foi o que incentivou sua mãe a também assumir o cabelo grisalho. “Agora somos ‘gêmeas de cabelo’ e eu amo isso!”