Afinal, o que são probióticos e prebióticos?

Por Nathali Oliani

Probióticos e prebióticos
Foto: Shutterstock

Qual a diferença entre probióticos e prebióticos

A diferença entre probióticos e prebióticos é que os probióticos são microorganismos vivos que trazem benefícios a saúde. Quando são ingeridos eles ajudam no aproveitamento de vitaminas e auxiliam na defesa da microbiota. Alguns exemplos são: Yogurte, leite e queijos.

Já os prebióticos são basicamente os alimentos para os microorganismos que já existem no nosso intestino. Exemplos: cebola, alho, tomate, banana, cereais integrais como a cevada, aveia e trigo.

Leia mais

Estes 10 truques vão te ajudar a fazer cocô
Cientista contradiz benefícios do óleo de coco: “veneno puro”
5 tendências de alimentação que vão melhorar o seu desempenho físico

Por que fazer uso dos probióticos e prebióticos

Com  a correria do dia a dia temos uma variação enorme na nossa microbioma intestinal, e isso acontece por vários fatores: estresse, ingestão de bebidas alcoólicas, medicamentos, ingestão de açúcar. E isso faz com que o microbioma se torne doente e nocivo ao nosso organismo, e assim nosso intestino acaba ficando inflamado o que atrapalha na absorção adequada de nutrientes e causa danos na função imunológica do nosso corpo.

Os probioticos e prebióticos são usados para tratar qualquer alteração no intestino.

Quais os benefícios para nosso organismo?

Além de prevenir a disbiose, irei listar alguns benefícios:

– Auxiliam na baixa imunidade – mantém o sistema imunológico ativo e mais apto a reagir frente a micro-organismos causadores de doenças

– Ajudam no tratamento de constipação – incitam os movimentos peristálticos

-Auxiliam também no tratamento  de uma diarreia- certas bactérias ajudam ,diminuindo o tempo de uma diarreia e as visitas ao banheiro.

– É muito eficiente no combate á obesidade.

– Prevenção e combate de doenças bucais;

– Prevenção e combate de doenças inflamatórias íntimas;

-Ajudam a conter o processo inflamatório que leva a lesões na pele;

Como fazer uso dos probióticos e prebióticos

Porém é importante lembrar que para fazer o uso, cada paciente deve ser avaliado e  ter uma análise feita, para poder saber se será usado um prebiótico ou probiótico.

Espero ter ajudado vocês a esclarecem algumas dúvidas.

Dicas sobre nosso próximo assunto por aqui?

Me escrevam em @nathalioliani