Como se livrar da flacidez após perder peso?

Foto: Shutterstock.

Por Amy Roberts e Ashley Oerman

É normal que após a perda de muitos quilos, a pele que envolvia aquela gordura fique flácida. Mas será que é possível reverter esse caso sem a necessidade de cirurgia plástica? Nós fomos atrás de diversos especialistas para achar uma resposta, e todos eles disseram basicamente a mesma coisa: uma vez que a pele foi esticada, não existem exercícios que consigam apertá-la novamente.

Kelly Coffey, uma personal trainer que perdeu mais de 72 kg, passou por isso: ela ficou assustada com a nova aparência de seu corpo magro. “Eu não me sentia ou aparentava da mesma forma como eu imaginava”, ela disse. A jornada para aceitar seu corpo novo foi um processo ainda maior e mais difícil do que perder os próprios quilos, uma lição que ela ensina até hoje para suas alunas em um curso online “Princípios do prazer: um curso para fazer você mais feliz baseado em hábitos mais saudáveis.”

O quão flácida sua pele fica após perder peso depende de diversos fatores: quantos quilos se foram, quantos anos você tinha quando perdeu peso, quantas vezes vocês perdeu e ganhou peso (o famoso efeito sanfona), e quão rápido você perdeu esse peso (quanto mais rápido você perde,  menos tempo sua pele tem para voltar ao normal). Se você realmente quiser se livrar desse excesso de pele, existem algumas opções cirúrgicas, segundo Anthony Youn, cirurgião plástico baseado em Michigan, nos EUA. Elas variam entre uma abdominoplastia e um lifting corporal completo – mas existem ótimas razões para não se submeter a esses procedimentos; além do custo alto, todas essas opções vêm com o risco de complicações ou até morte, diz Youn.

Coffey acabou fazendo uma abdominoplastia, mas se você tem a pele flácida, também pode encontrar uma solução mudando sua forma de pensar, sem precisar de cirurgias. Afinal de contas, não há nada de errado em ter algumas dobrinhas a mais; é o fato de se sentir confortável em sua própria pele que realmente importa, e existem diversas maneiras de conseguir chegar a esse pensamento sem envolver uma faca.

Tenha orgulho do que seu corpo pode fazer
Para Coffey, levantar peso foi a chave para aceitar seu corpo. Isso fez dela mais forte e a ajudou a apreciar suas habilidades corporais. “É difícil ter um problema com o corpo que é capaz de aceitar os desafios que você mesma propõe”, disse ela. Se o seu corpo leva você para correr, te ajuda a pegar as crianças no colo, ou desafia você nas poses de ioga, apreciar o que ele faz por você pode te ajudar a aceitá-lo melhor.

Pare com as comparações
Essa é uma parte crucial da luta contra as expectativas irreais. Comparar você mesma com modelos, outras mulheres, ou até mesmo como você se imaginava antes de perder peso torna impossível apreciar os novos ganhos a sua saúde ou quão forte você se tornou. E ao final do dia, seu corpo não precisa ter a mesma imagem de uma celebridade para ser saudável – e parecer maravilhoso.

Lute contra uma autoimagem destrutiva
Se você tem um pensamento negativo sobre o jeito que ficou após perder peso, Coffey recomenda fazer uma “ação de caridade” para você mesma como falar com alguém que você ama no telefone, andar por aí, ou meditar. “Quando você responde a esses pensamentos negativos com ações caridosas, você liga menos para essa mentalidade negativa.”

Compre roupas que sirvam em seu novo corpo
Encontrar seu próprio estilo ao comprar roupas que sirvam em você te ajuda a aceitar seu novo corpo e a ter orgulho de como você se apresenta para o mundo, diz Coffey. Mesmo que experimentar roupas pode ser uma tarefa estressante, valerá a pena quando você encontrar peças que lhe caiam bem, afirma ela.

Fique ao redor de pessoas que você conhece e que apreciem suas conquistas
Passar tempo com seus parceiros, familiares, e amigos que reconheçam todo o trabalho duro que você fez nessa jornada de perder peso vai ajudá-la a reforçar a ideia do quão incrível esse progresso todo é, diz Coffey. Isso é especialmente útil quando você não consegue ver como seu novo corpo está incrível.