4 receitas de ovos mexidos diferentes para variar o cardápio

Por Martha Hayes (WH Reino Unido)

Créditos: Shutterstock

Seja no pré ou pós-treino ou nas manhãs preguiçosas de domingo, ovo sempre caem muito bem, mas deixar de variar nos ingredientes pode fazer com que essa opção perca espaço no cardápio. Para não cair na mesmice e manter esse prato tão gostoso no seu dia a dia, aprenda como fazer 4 receitas de ovos mexidos diferentes, saborosas e que ainda oferecem ótimos benefícios à saúde!

1. Ao pesto – 720 cal.

Ingredientes

100g de pinholis
5 folhas frescas de manjericão
½ col. (sopa) de suco de limão
65 ml de azeite de oliva extravirgem
1 col. (sopa) de pó de grama de trigo
1 pimenta-vermelha
½ cebola-roxa
10 ml de vinagre balsâmico
3 ovos

Modo de preparo

Faça o pesto misturando os pinholis, o manjericão, o suco de limão, 50 ml de azeite de oliva e o pó de grama de trigo em um liquidificador. Agora é a vez do molho: pique a pimenta e a cebola, misture com o vinagre e mais 15 ml de azeite. Reserve. Junte os ovos e o pesto e leve ao fogo em uma frigideira untada. Tempere a gosto, decore com o molho e sirva.

Ponto forte: Pinholis contêm ácido pinolênico, que te deixa saciada por mais tempo, impedindo aquela vontade de um segundo café da manhã às 11h.

2. Ovo mexido Apimentado – 370 cal.

Ingredientes

1 cebola média bem picadinha
2 col. (sopa) de óleo vegetal
2 tomates médios picadinhos
3 pimentas-verdes (chilli) picadinhas
2 col. (chá) de pasta de gengibre e alho (veja receita abaixo*)
1 col. (chá) de pimenta-vermelha em pó
½ col. (chá) de açafrão
4 ovos
1 col. (chá) de manteiga
5g de folhas de coentro picadas

Modo de preparo

Frite a cebola no óleo. Adicione os tomates, as pimentas-verdes e a pasta. Mexa até que exale aromas. Adicione a pimenta em pó e o açafrão. Reduza o fogo e despeje os ovos batidos e temperados a gosto. Misture bem até que estejam cozidos. Adicione a manteiga e o coentro e sirva.

*Pasta de gengibre e alho

Pique 5 dentes de alho e 2 gengibres frescos e coloque-os no liquidificador. Bata e adicione devagar 1 colher (chá) de óleo ou água até a pasta adquirir uma consistência uniforme. Conserve na geladeira ou no freezer.

Ponto forte: Gengibre e alho são afrodisíacos. Aproveite essa duplinha!

Leia mais
Quantos ovos você pode comer por semana?
Comer ovos pode melhorar a performance cognitiva
16 receitas com ovos cozidos para mudar o cardápio

3. “Ovos mexidos” vegano (bolinha amarela) – 260 cal.

Ingredientes

1 cebola-roxa pequena picadinha
2 col. (sopa) de azeite de oliva
2 dentes de alho amassados
400g de tofu firme (pressionado por 15 minutos para tirar o excesso de água)
1 pimentão-vermelho picado
2 col. (sopa) de molho de soja
1 col. (sopa) de suco de limão
1 col. (chá) de açafrão
5g de salsinha fresca picadinha
2 cebolinhas picadas

Modo de preparo

Refogue a cebola no azeite por 5 minutos, depois adicione o alho. Após 1 minuto, misture o tofu com o pimentão, o molho de soja, o limão e o açafrão. Cozinhe por 5 minutos até que o pimentão esteja al dente. Tire do fogo e coloque a salsinha e a cebolinha. E coma!

Ponto forte: O tofu é uma ótima fonte de cálcio, que deixa seus ossos mais fortes. Se puder, opte pela versão orgânica para fugir dos organismos geneticamente modificados.

4. Delícia docinha – 200 cal.

Ingredientes

3 ovos
10 ml de soro de leite coalhado (veja receita abaixo*)
Mel
½ col. (sopa) de óleo de coco
1 pitada de canela
1 punhado de nozes

Modo de preparo

Bata os ovos e o soro de leite com 1 fio de mel e 1 pitada de sal. Aqueça o óleo de coco em uma frigideira e adicione a mistura com ovos. Finalize com 1 pitada de canela, algumas nozes e mais mel.

*Soro de leite coalhado

Misture 200 ml de leite integral a 1 colher (sopa) de suco de limão. Deixe descansar por cerca de 15 minutos e volte a mexer. Pronto, o leite coalhado já está separado do soro.

Ponto forte: Os ingredientes da receita são bons para a imunidade e ainda promovem maior energia. Ah! Procure pelo selo orgânico na embalagem do mel.

*Esse conteúdo foi extraído da matéria originalmente intitulada “Mexe! Mexe! Mexe!”, publicada na ed. 103, de abril de 2018, da Women’s Health Brasil. Você pode conferir a edição completa pelo nosso aplicativo, basta clicar aqui.

**Fontes: Lipids in Health and Disease, Leeds Beckett University, Biofactors, Laval University / Informação nutricional por porção: Natanya Spies