O que o seu cocô diz sobre sua barriga?

Foto: Shutterstock.

Por Macaela Mackenzie

O novo “queridinho” em matéria de perda de peso pode não ser o que você esperava: o cocô. Sim, seu excremento pode dar uma ideia de qual seria o motivo pelo qual você não consegue se livrar da gordura abdominal.

Em um estudo publicado no periódico Genome Biology, os pesquisadores da King’s College University, em Londres, se empenharam para descobrir o que o seu número dois revela sobre o seu peso, especialmente onde sua gordura corporal está armazenada.

Os pesquisadores analisaram a diversidade bacteriana de 3600 amostras de fezes de 1300 pessoas. Depois, eles mediram a gordura corporal visceral dos participantes (a gordura abdominal que se incorporou aos seus órgãos) e a gordura subcutânea, que fica logo abaixo da pele.

Depois de comparar as duas medidas, os pesquisadores descobriram que quanto mais diversos eram os microbiomas dos participantes, ou melhor, quanto mais saudável fosse o equilíbrio de bactérias em suas fezes, menos eles eram propensos à obesidade e, mais importante do que isso, eles tinham menos chances de cultivar a nada saudável gordura visceral.

De acordo com os pesquisadores, ainda não está claro se essas descobertas significam que melhorar a saúde do seu intestino vai reduzir seus níveis de gordura visceral. Mas não vai doer manter as suas bactérias estomacais felizes ao ingerir alimentos saudáveis.