Muita mulher gosta de ficar com a pele perfeitamente bronzeada e com a famosa marquinha de biquíni – símbolo do verão brasileiro. Mas isso, claro, sem descamar, queimar demais ou envelhecer a epiderme precocemente. Se você pretende ficar com um bronze perfeito na estação mais quente do ano, siga essas dez dicas:

1- Comece desde já a aplicação do protetor solar
Na verdade, para quem mora no Brasil, não existe uma estação do ano em que não seja preciso utilizar protetor solar todos os dias. Se você usar o produto mais adequado para o seu tipo de pele o ano todo, chegará ao verão com a cútis muito mais íntegra, protegida e estruturada para suportar o maior índice de radiação solar da temporada.

2- Use sempre protetores com FPS 25 ou mais
Levando em consideração que um protetor solar com FPS 25 absorve até 95% da radiação solar, podemos dizer que essa é a proteção ideal para praticamente todos os tipos de pele. Mas pessoas com peles mais claras devem utilizar um protetor solar com FPS 30 ou 50.

Leia mais:
7 DICAS PARA PREPARAR A PELE PARA O VERÃO
4 MITOS SOBRE O PROTETOR SOLAR
10 ALIMENTOS QUE CUIDAM DA SUA PELE

3- Muito cuidado com os protetores solares de baixo FPS
Muita gente acredita que para se bronzear adequadamente deve utilizar protetores solares com FPS baixíssimo, como FPS 6 e FPS 8. Na verdade, esses produtos não são suficientes para proteger a pele dos malefícios das radiações UVA e UVB emitidas pelo sol e podem resultar em queimaduras graves ou até mesmo lesões profundas no DNA das células da pele, com posterior desenvolvimento de rugas, manchas e até câncer de pele.

4- A reaplicação do protetor solar é fundamental
A menos que você esteja utilizando um com longa duração – no mercado existem produtos com até 12 horas de duração – a reaplicação a cada 1h30 é extremamente necessária para a proteção adequada. Após esse período, a proteção inicial do produto pode cair mais de 50%.

5- Reaplique mesmo os produtos a prova d´água
Segundo a legislação atual, um protetor solar pode ser classificado como resistente à água caso o FPS dele caia até 50% após 40 minutos de imersão. É importante que isso fique claro, pois muitas pessoas acreditam que ele nada perde. Reaplique a cada 1h30.

6- Nunca economize na quantidade de protetor aplicada
Você pode economizar em tudo, menos no seu protetor solar. Para que tenhamos sobre a pele o mesmo FPS declarado na embalagem é fundamental que a quantidade aplicada seja bem generosa. Se aplicarmos uma fina camada de um protetor solar com FPS 30, poderemos ter sobre a pele um FPS na faixa de 5 a 8, por exemplo. E aí é queimadura na certa!

7- Vá com calma desde o primeiro dia de bronze.
O tempo de exposição deve ser bem pequeno nos primeiros dias – cerca de 20 minutos com a pele já protegida –, podendo ir aumentando 10 minutos diários, sem nunca ultrapassar uma hora e meia por dia. Devemos lembrar que mesmo o melhor protetor solar deixa passar um pouco de radiação, e se exagerarmos no tempo de exposição nossa pele sofrerá as consequências.

8- Abuse da hidratação.
Toda hidratação da pele começa de dentro para fora. Por isso beber 2 a 3 litros de água por dia fará com que a pele fique muito bem hidratada. Além disso, a aplicação de cremes e loções hidratantes, sempre após o banho, ajudam a pele a reter a água.

9- Alimentos antioxidantes também ajudam no bronzeado perfeito
Cacau, açaí, morangos, amoras e até goiaba vermelha têm poderosos antioxidantes, que ajudam a neutralizar os radicais livres gerados pelo sol. Mas para eles funcionarem bem, a ingestão precisa ser diária e em quantidade generosa.

10- Se você tem manchas na pele ou pintas escuras, consulte seu dermatologista antes de qualquer tipo de exposição solar O médico dermatologista é o profissional qualificado para avaliar manchas de qualquer cor e pintas escuras antes de você se expor ao sol. É ele quem vai dizer se você pode ou não entrar nessa jornada de bronzeamento. É importante você saber que manchas na pele podem significar doenças mais ou menos graves e que pintas escuras podem