Tamanho dos seios pode afetar rendimento nos treinos, aponta estudo

Foto Shutterstock

Todas as mulheres sabem que, quando se trata de peitos e atividades físicas, é indispensável ir preparada: sejam sutiãs esportivos ou tops que sustentem bem os seios. E seu treino pode ser arruinado ou impossível se a peça for ruim ou se você esquecer de levar uma.

Mergulhando mais fundo neste tópico, um artigo recente do New York Times explorou como o tamanho dos seios afeta as mulheres quando se trata de exercícios, com base em um estudo publicado no Journal of Science and Medicine in Sport.

A nova pesquisa aprofundou o motivo de tantas mulheres permanecem sedentárias, se concentrando no tamanho do tórax como possível causa. O que, provavelmente, não é um choque para muitas de nós. Afinal, quanto maiores os seios, menos atividade física elas fazem, especialmente treinos mais pesados.

Leia mais

Por que os seios humanos crescem tanto?
Oi? Mulheres estão passando pasta de dente nos seios para aumentá-los

Os pesquisadores estudaram 355 mulheres da Austrália, com idades entre 18 e 75 anos. Cada mulher fez uma varredura tridimensional dos seios para medir com precisão o tamanho. Então, ela era categorizada como pequena, média, grande ou muito grande.

Os estudiosos descobriram que, à medida que o tamanho dos seios crescia, a participação deles na atividade física diminuía. As mulheres com peitos maiores acreditavam que o tamanho dos seios impedia que elas se exercitassem com facilidade, mesmo em atividades de baixo impacto (como caminhar ou nadar). E mulheres com seios muito grandes relataram raramente correr. E por um bom motivo.

“O tecido mamário feminino é pesado e sem suporte, contendo pouco tecido conjuntivo estabilizador. Assim, os seios mexem quando as mulheres treinam, mesmo com sutiã”, escreveu a repórter do New York Times, Gretchen Reynolds.

E essa é a raiz da questão: encontrar tops resistentes e de apoio é o desafio de toda mulher. Os pesquisadores notaram que algumas delas com seios grandes muitas vezes precisam usar duas peças simultaneamente para ter apoio suficiente para corrida ou atividades de alto impacto.

Sem abandonar

Os pesquisadores encorajaram as mulheres com peitos maiores a seguirem se exercitando. “Natação e outras atividades aquáticas, como hidroginástica, podem ser ideais”, disse Celso Coltman, professor assistente da University of Canberra, in Australia, que liderou o estudo. Isso porque as forças de flutuação da água retardam o movimento descendente dos seios.

E, felizmente, as pesquisadoras criaram um aplicativo gratuito para ajudar mulheres a avaliar suas necessidades de tops. Acesse aqui (em inglês).

O estudo, portanto, concluiu que:

“O tamanho dos seios deve ser reconhecido como uma barreira potencial para as mulheres que participam da atividade física. Estratégias para ajudar mulheres com mamas grandes e hipertróficas (muito grandes) a participar de todos os tipos e intensidades de atividade física são necessárias para que elas desfrutem dos benefícios para a saúde associados a um estilo de vida ativo.”