Livre, leve e solta: Saiba mais sobre a vida de Fiorella

Não se deixe enganar pela barriga chapada. A atriz leva a vida no ritmo dela: calma e desencanada

Foto: André Schiliró

Por Larissa Serpa

São 20 dias no Brasil antes de voltar à sua casa na Espanha. Todos cheios de campanhas, gravações, entrevistas. Mas a modelo, atriz e apresentadora nascida na cidade de Petrópolis, no Rio de Janeiro, não se deixa afetar. “É um ritmo louco, mas isso não me abala, até porque eu sei que, voltando à Europa, vou ficar tranquila por dias, sem nenhum compromisso. É uma vida sem rotina fixa, mas eu não conseguiria viver de maneira diferente.” A mesma abordagem relax, ela aplica no treino e na alimentação e, ainda assim, o corpo esguio e tonificado é sua marca registrada. Quer prova melhor de que não estressar a mente faz bem para o corpo?

VIDA NÔMADE         

Faz cinco meses que Fiorella se estabeleceu na cidade de Valencia, na Espanha, para morar com o namorado, o jogador Alexandre Pato. Antes disso, o casal estava em Londres. E a mudança constante não é coisa recente. “Na verdade, foi isso que me motivou a ser modelo. Quando criança, eu não gostava nem mesmo de tirar fotos, mas, aos 14 anos, pedi para minha mãe me inscrever em uma agência. Queria viajar, conhecer outros países, ter essa liberdade”, conta. Hoje, aos 28 anos, ela sente que fez as escolhas certas na carreira. “Eu sabia que, se entrasse para a TV, ia ser difícil morar fora, então fui indo um passo de cada vez. A ideia de ser apresentadora veio como algo de longo prazo para minha vida.”

A distância não a fez se afastar das pessoas próximas. “Eu até criei um canal no YouTube, que é para quem gosta de mim saber o que ando fazendo. A ideia é bem despretensiosa, só contar sobre minha semana, nada profissional”, diz. O apego à família vem desde criança. “Meus pais sempre foram muito presentes, eles são meus exemplos. Estou deixando os planos de casar e ter filhos mais para a frente até mesmo por isso. Quero poder me dedicar à família como eles sempre fizeram. Não que eu pretenda parar de trabalhar, acho que dá para conciliar. Mas não agora”, diz. Enquanto o momento ideal não chega, os “filhos” do casal são dois gatos, além dos sete que ficam com a mãe, no Brasil, onde dividem a casa com mais seis cachorros, todos adotados. “Sempre fui apaixonada por animais, participo de várias campanhas de adoção. Se posso ajudar a espalhar a ideia, por que não fazer isso?”

ALIMENTAÇÃO VERDE

A paixão pela natureza se traduz também nas refeições que, já há três anos, não incluem nenhum mamífero ou ave. Os nutrientes da carne foram facilmente substituídos, já que ela está acostumada a comer lentilha, legumes, feijão e proteína de soja (whey). “Peixe eu me permito até por uma questão de saúde, me sinto cansada quando corto. Mas, desde criança, meu corpo está acostumado a comer saudável: em casa sempre tivemos muita massa integral, fruta, salada, é questão de costume. Até porque não nego uma pizza de fim de semana”, conta.

“Eu até tento ter uma rotina, mas nada muito fixo. Acho que é pior você ter que ficar pensando nisso, se estressando. O ideal é tentar seguir um cardápio, mas sem se cobrar demais”, resume.

 

BONITA DE DENTRO PARA FORA

Quem vê a pele lisinha e os fios finos da modelo logo acha que o cuidado é constante. Mas a verdade é que a loira não é tão apegada a isso. “Eu tento. O ideal seria passar um creme para olhos todo dia, mas agora que vim para o Brasil, por exemplo, não trouxe nenhum cosmético, então simplesmente não uso”, conta. O que ela realmente não deixa de fazer é remover a maquiagem e a oleosidade. “Minha pele já foi bem acneica e meu cabelo bem oleoso, mas descobri um equilíbrio na alimentação. Tirando isso, a única coisa que não deixo de fazer é remover oleosidade extra, lavando o rosto quando o percebo mais oleoso ao longo do dia.”

O investimento mesmo é em maquiagens mais tecnológicas. “Como eu tenho que usar em vários eventos, procuro por bases e corretivos que funcionam bem para minha pele. Hoje os ativos são tão surpreendentes que meu rosto não sofre tanto com a produção constante. Vale a pena procurar o ideal para você.”