Dicas para deixar os pratos típicos de inverno mais leves

shutterstock

Sopas

Evite adicionar creme de leite ou raízes (como a mandioquinha) em cremes. Arroz e macarrão também contribuem para aumentar a quantidade de carboidratos e calorias às sopas. Prefira as sopas de legumes como abóbora, abobrinha, berinjela, chuchu, couve-flor, brócolis, e de folhas verdes escuras como espinafre e couve. Vale adicionar também uma fonte magra de proteína (carne vermelha, frango ou tofu) – nada de jogar queijo parmesão, hein?

Fondues

Salgados: utilize carne pré grelhada e  legumes como tomates cereja, palitos de cenoura e pepino são ótimas apostas. Evite calorias e gorduras extras ao adicionar maioneses, queijos ou pães como acompanhamento.

Doces: prefira misturas com mais de 50% de cacau na composição e priorize as frutas vermelhas como acompanhamento. Elas são menos calóricas, possuem mais nutrientes e antioxidantes, e baixo índice glicêmico – o que ajuda a equilibrar os níveis de açúcar no sangue.

Sobremesas

Passe longe de bolos e pavês e opte por frutas quentes e assadas, que caem bem no inverno. “Polvilhe canela sobre fatias de abacaxi, maçã ou banana para realçar o sabor e ainda receber o benefício termogênico do condimento”, indica Paula.

Leia mais:

5 ALIMENTOS QUE AJUDAM A CONTROLAR O APETITE NO INVERNO

POR QUANTO TEMPO UMA COMIDA PODE FICAR CONGELADA SEM ESTRAGAR?