Perca peso e ganhe dinheiro: é o que sugere novo estudo

shutterstock

Parece sonho, não é? Um novo estudo publicado no Social Science and Medicine e realizado por um time de pesquisadores da Duke-NUS Medical School e do Singapore General Hospital, ambos da Singapura, concluiu que a melhor maneira de engajar os alunos no treino é por meio de um programa de recompensas – em dinheiro. Isso mesmo. E a estratégia teria ainda baixo custo para as academias.

Ao longo de 12 meses, adultos com sobrepeso foram convidados a participar por 16 semanas de um programa intenso para perda de peso em uma academia local pagando U$ 180 dólares (234 dólares de Singapura e cerca de R$ 560) para ter acesso às aulas, com objetivo de perder, ao menos, 5% do total de massa corpórea. Parte desses voluntários pagou U$ 120 a mais para participar de um programa de recompensas, com 10% de chances de ganhar 10 vezes o valor total gasto. Além disso, os voluntários que atingissem 8% da meta poderiam ser recompensados com pagamentos extras.

Ao final do quarto mês, a perda de peso do grupo que ganhava recompensas financeiras foi duas vezes superior ao outro grupo de voluntários sem estímulos adicionais (uma média de 3,4 kg do primeiro grupo contra 1,4 do segundo). No oitavo mês, os pagantes do plano de recompensas perderam 2,3 kg frente a 0,8 kg dos demais participantes.

“Mesmo que a perda de peso seja pequena, quando mantida, traz inúmeros benefícios a longo prazo e previne doenças crônicas. Esse estudo mostra o que é viável impulsionar esse comprometimento por meio de incentivos externos, quando estruturado com base em evidências médicas, como recompensas, diz Tham Kwang Wei, médico responsável do Singapore General Hospital.

Ao fim do estudo, os voluntários que aderiram ao programa receberam uma média de U$ 160 (já com o desconto da taxa de adesão), cerca de R$ 534. Com 42% dos participantes ganhando mais do que gastaram e 80% afirmando satisfação com o programa, imagine quão lotada as academias não estariam se esse mesmo programa acontecesse por aqui?

COMPARTILHAR