Óleo essencial de cravo: força, recuperação física e confiança emocional

Veja técnicas de aplicação para garantir benefícios

Por Fernando Amaral, especialista em plantas aromáticas e óleos essenciais

O cravo é originário da Índia, e ficou famoso por sua característica anestésica local. Um botão de cravo, quando mastigado, libera o óleo essencial na mucosa bucal e podemos sentir o seu efeito anestésico, que, embora dure poucos minutos, deve ter sido muito útil no passado, quando não se conheciam os anestésicos atuais. Hoje, sabemos que o óleo de cravo é rico em eugenol, uma substância amplamente conhecida e utilizada na odontologia.

O eugenol tem a capacidade de deprimir os receptores sensoriais envolvidos na percepção da dor. O cheiro característico de consultório dentário vem desse ativo utilizado como antisséptico e analgésico bucal. O óleo também é um tônico estomacal e seu aroma fortalece o sistema digestivo, principalmente nos momentos de convalescença e fraquezas provocadas por doenças em geral.

Na pele, pode ser aplicado puro sobre verrugas ou calos, ajudando na remoção destes. Suas principais propriedades:  anti‑infeccioso, antiviral, fungicida, bactericida,   anti‑inflamatório, carminativo, antiespasmódico, anestésico, analgésico local.

O óleo de cravo é dominante e potente, podendo‑se reduzir sua dosagem nas aplicações corporais para metade da dose utilizada normalmente com outros óleos essenciais. Até 4 gotas de óleo essencial de cravo são suficientes para uma massagem corporal completa, enquanto outros óleos, como o de lavanda ou de lemongrass, necessitam de 8 gotas. Ele age como revigorante, fortalecendo e aquecendo o corpo, proporcionando força e resistência física, atuando sobre a musculatura e evitando câimbras e dores por excesso de exercícios físicos.

Técnicas de aplicação do óleo essencial

O óleo de cravo age pontualmente em áreas pequenas do corpo, como unhas, matando muitos tipos de fungos e restaurando o tecido da cutícula e a própria unha, fortalecendo‑as.

Em dores de dente, pode‑se fazer gargarejo com 1 gota de óleo de cravo colocada em água morna.

Em massagens para o alívio de dores musculares ou para práticas esportivas intensas, ele pode ser aplicado em combinação com óleo essencial de lavanda ou de alecrim, entre outros.

No ambiente, atua como tônico e fortificante do sistema imunológico, podendo ser associado a outros óleos essenciais, inclusive os de laranja doce ou de grapefruit.

Na área emocional, tem efeito excitante e afrodisíaco, especialmente se combinado com o óleo essencial de ylang­ylang, de petit­grain, de néroli ou de grapefruit. Aplicado puro, fortalece o emocional das pessoas, agindo como revigorante e tônico.

Não se conhecem contraindicações para o uso desse óleo essencial. No entanto, é bom evitar o uso em crianças e gestantes sem orientação terapêutica.

COMPARTILHAR