O que é o capuz do clitóris e como ele afeta o orgasmo feminino?

Por Hannah Rimm – Women’s Health EUA

Capuz do clitóris
Foto Shutterstock

Se você parou para olhar o que há entre as suas pernas, possivelmente já fez muitas descobertas. Uma delas é que possui um clitóris e que estimulá-lo dá um prazer enorme, Mas, até hoje, você ainda se pega confusa sobre aquela capinha que cobre o clitóris. O que ela faz? Ela tem um nome?

Conheça o capuz clitoriano, ou prepúcio do clitóris. Janet Brito, terapeuta sexual norte-americana fala sobre esse protetor e todos os seus benefícios sexuais.

O que é o capuz do clitóris?

O clitóris, na parte externa, logo acima da uretra, tem o tamanho de uma ervilha e é coberto por uma capa de pele para protegê-lo, explica Janet. Essa capinha é conhecida como capuz clitoriano e ela protege o clitóris e suas mais de 8000 terminações nervosas de qualquer dano.

Essas terminações nervosas, que permitem às donas dos clitóris ondas de prazer, podem também causar dor, caso sejam tocadas com muita pressão. “Com sorte, essa capa adiciona uma camada extra entre o clitóris e o dedo/pênis/brinquedo sexual, então o estímulo vira algo prazeroso, e não doloroso. E, claro, nem precisa dizer que esse capuz mantém esses nervos longe da irritação de coisas simples da vida, como calças apertadas demais. Para algumas, ele quase não é notado. Para outras, ele cobre completamente o clitóris. Não importa o tamanho, ele está lá para ajudar.

E se meu capuz clitoriano for realmente muito grande?

Todos os clitóris possuem capuz, mas como falamos acima, eles vêm em várias formas e tamanhos. Se o seu cobre o clitóris inteiro, Janet avisa: “Não há motivo para pânico”. A realidade é que não existe um tamanho normal.

Leia mais

9 dicas para ter seu primeiro orgasmo
4 orgasmos que toda mulher deveria ter

Mas se você quer um comparativo do capuz clitoriano, aqui vai uma boa analogia: pense na glande do clitóris como a cabeça de uma pessoa usando um moletom. Para algumas, o capuz do moletom fica justinho na cabeça, para outras, falta um pouco, outras, cobre demais.

Como o capuz do clitóris afeta minha vida sexual?

Quando você fica excitada, o clitóris incha com sangue e fica maior e isso geralmente faz com que o capuz se abra, caindo para os lados, isso graças a um lubrificante natural produzido pelo próprio capuz.

Se você tem um capuz menor, possivelmente não vai nem mesmo notá-lo durante o sexo – ou pode ser que fique muito sensível ao toque direto (mais uma vez, somos todas diferentes).

Mas se você é a dona de um clitóris completamente coberto (que citamos anteriormente), o capuz pode não se mover com tanta facilidade, o que pode afetar a sensibilidade durante o estímulo. É possível que não sinta tanto prazer quando o capuz cobrir o clitóris (mas você sempre pode puxá-lo) ou que precise de mais pressão para chegar lá.

Janet explica que é preciso se conhecer para descobrir o que é bom para você. “Algumas mulheres podem querer mais pressão, outras vão querer puxar o capuz e expor o clitóris. E outras ainda vão preferir esfregar o capuz e o clitóris ao mesmo tempo.”

Ouvir o próprio corpo pode ser difícil. Janet dá algumas dicas para ter um orgasmo clitoriano.

Foque na estimulação clitoriana mais do que na penetração

“Encontre posições em que você e o (a) parceiro (a) consigam aplicar pressão no clitóris”, diz Janet. Isso significa usar seus próprios dedos para puxar o capuz para baixo ou pedir para o (a) parceiro (a) fazer isso.

Experimente um brinquedinho

Se não está conseguindo o estímulo que procura, Janet recomenda incluir na brincadeira um vibrador. “Um bom sex toy joga o prazer lá no céu”.

Aposte em lubrificante

Quando em dúvida, lubrifique. Lubrificante extra ajuda a diminuir qualquer desconforto e aumenta o prazer.

Experimente, experimente, experimente

A primeira dica para quem tem o clitóris coberto é testar diferentes técnicas para um sexo maravilhoso. Pode ser com os dedos, língua, brinquedinhos ou genitais. A melhor forma de descobrir o que é melhor para você é explorando seu próprio corpo. Então acenda algumas velas, coloque uma música, talvez pegue um espelhinho e vá se tocar.