É isso que acontece com seu corpo por segurar o cocô

Por Macaela Mackenzie – Women’s Health EUA

Segurar o cocô
Foto Shutterstock

Bom, todo mundo faz cocô. Mas vamos ser realistas: ir ao banheiro no escritório, por exemplo, pode ser super estranho. Isso, muitas vezes, leva as pessoas a segurar o cocô. Contudo, essa atitude não é apenas desconfortável, como também pode fazer mal para você.

“A ideia de segurá-lo não é a melhor coisa”, diz Niket Sonpal, professor clínico assistente do Tuoro College of Osteopathic Medicine, em Nova York (EUA).

Abaixo, ele explica o que acontece com seu corpo quando você fica adiando o “número 2”…

Quando você tem que ir

“Quando as fezes atingem partes do reto, ele envia um sinal dizendo ‘ei, você precisa encontrar um lugar para ir ao banheiro e descarregar'”, explica Sonpal. Embora a programação e a frequência de todos sejam diferentes, isso geralmente acontece logo após você comer ou tomar sua xícara de café matinal. A cafeína pode agir como um estimulante intestinal, fazendo com que você corra para o banheiro depois de tomar o cappuccino.

Depois de duas horas

“Nas primeiras horas, você sentirá uma sensação de pressão abdominal. Algumas pessoas a descrevem como cólicas abdominais, enquanto algumas pessoas têm mais urgência.” Em outras palavras, segurá-lo é um caminho rápido para aquela sensação inchada.

Depois de seis horas

De acordo com Sonpal, seu organismo começará a reagir com a necessidade de ir ao banheiro. E isso não é bom. Ele acrescenta que, a essa altura, você pode realmente perder a urgência de ir, mas isso não é porque seu cocô desapareceu magicamente. Em vez disso, você está ficando constipado.

Depois de 12 horas

Nesse ponto, você pode realmente começar a notar uma maior pressão até não conseguir segurar, mesmo se tentar. “Isso aumentará o risco de uma visita desconfortável ao banheiro”, diz Sonpal. Você pode sentir esforço, sangramento e até pequenas lágrimas.

Se você continuar segurando

“Eu nunca ouvi falar de alguém morrer por segurar cocô. Contudo, segurá-lo voluntariamente é simplesmente levar as fezes a ficarem duras”, explica Sonpal. Se o cocô for afetado o suficiente, você pode precisar de laxantes ou mesmo de remoção manual.

A solução? “Vá ao banheiro quando seu corpo pedir”, diz Sonpal. Se você não puder ir imediatamente, faça disso uma prioridade nas primeiras horas.