Mulher não come há 16 meses por vomitar tudo que ingere

Mulher não come há 16 meses por vomitar tudo que ingere
Foto Shutterstock

Uma estudante inglesa revelou que não ingere nada sólido há 16 meses. Isso aconteceu após ela desenvolver uma situação raríssima que faz com que vomite todas as vezes que come, revelou o jornal The Daily Mail. Jessica Newman, de 26 anos, conta que sua última refeição foi um frango ao curry em junho de 2017.

Depois de perder mais de 12 kgs em apenas um mês, os médicos acreditavam que ela podia ter intoxicação alimentar ou que fosse, inclusive, anoréxica. Mas exames revelaram que a estudante de música estava sofrendo de uma síndrome que comprimia as artérias do sistema digestório – condição que afeta apenas 500 pessoas no mundo todo.

Leia mais

Jovem tem alergia a suas próprias lágrimas
Após ataques de vômito, mulher descobre doença por fumar maconha

Para que não morresse de fome, ela precisou receber suplementação via sonda nasal, que levava o alimento até seu estômago durante 20 horas por dia. Contudo, essa via estava incomodando muito, já que precisava levar os equipamentos para todos os lugares. Após uma pequena cirurgia, agora ela recebe os nutrientes (cerca de 1500 calorias/dia) diretamente na veia, que faz com que os absorva mais rapidamente.

Agora, a esperança está em uma cirurgia que deve fazer com que a garota possa ter um jantar de Natal ao lado de sua família. “Minha primeira refeição será um pote imenso de enroladinhos de salsicha somente para mim”, disse. “Eu sinto muita saudade de comer. Até mesmo quando não estou com fome, só quero um bom prato de comida. A pior parte é quando as pessoas estão comendo ao meu redor. Quando meu namorado, Steve, senta ao meu lado para comer, apenas olho para aquilo, mas sei que não posso”.

Como tudo começou

Em junho de 2017, Jessica começou a vomitar depois de todas as refeições. Primeiramente, ela acreditou estar com alguma virose, mas continuou passando mal por semanas. Médicos estavam incertos sobre o que estaria acontecendo com a estudante, então recomendaram mudanças na dieta, o que não funcionou.

“Eu não conseguia segurar nada no meu estômago. Um médico em Londres salvou a minha vida quando fez um exame para ver as artérias do meu estômago.”

Enquanto estava internada no hospital The Princess Grace, Jessica foi diagnosticada com quatro síndromes que restringem as funções do sistema digestório. Elas fazem com que as artérias sejam comprimidas e beliscam as paredes do intestino.