Danos nos nervos faz mulher ficar paralisada toda vez que mexe a cabeça

Por Ana Paula Ferreira

Foto Reprodução WalesOnline

Imagine você, com cinco filhos pequenos, tendo que ficar sempre deitada em uma cama porque seu corpo simplesmente fica paralisado toda vez que mexe a cabeça. Acredite, é isso acontece com uma mulher de 37 anos, do País de Gales.

Leah Smith tem uma doença grave que a deixar quase incapaz de se mover. Ela sofre de fortes dores de cabeça, dormência no rosto e uma condição de sua coluna vertebral que significa que mover uma parte de seu corpo paralisa a outra.

Por conta disso, a mulher precisa pagar médicos particulares para acompanhar seu caso. “Na maioria dos dias, eu agora temo pela minha vida”, disse ela ao WalesOnline. Isso porque os profissionais disseram a ela que seu coração está lutando para funcionar e sua respiração está se deteriorando. “Temer por sua vida diariamente te leva ao âmago, tira sua segurança, sua saúde mental, sua personalidade, seus relacionamentos e muito mais. Não sei mais quem eu sou. Estou em uma grande e assustadora bagunça.”

Quando tudo começou

Leah notou que tinha algo de errado acontecendo em fevereiro de 2017, quando sentiu que estava tendo um derrame. Ela ligou para sua mãe, que pediu uma ambulância.

Já no hospital, ela passou por um exame de ressonância magnética no cérebro, mas logo recebeu alta.

Os sintomas desapareceram enquanto estava no hospital. Contudo, ela se sentiu mal novamente em várias ocasiões nas semanas seguintes. “Minhas pernas ‘saíam debaixo de mim’ e eu ficava com as costelas adormecidas”, disse. “Então um dia acabei sendo internada porque perdi a capacidade de engolir. Isso foi muito assustador.”

Hoje, Leah tem dormência na boca e nariz e é incapaz de apoiar a cabeça ou virar para o lado sem perder o movimento em outra parte do corpo.

Qual o diagnóstico?

Os médicos a diagnosticaram com compressão da medula espinhal, vazamento de líquido cefalorraquidiano e instabilidade atlantoaxial (AAI), que é uma fraqueza espinhal.

Compressão da medula espinhal é uma condição em que algo coloca pressão sobre os nervos da coluna de alguém, causando dormência e fraqueza. Já o vazamento de fluido cerebrospinal acontece quando a membrana que envolve o cérebro ou a coluna é perfurada e pode causar dores de cabeça, vômitos e problemas de equilíbrio. Ambas as situações podem ser causadas por uma lesão na coluna ou um tumor.

AAI, por sua vez, é causada por muito movimento entre as vértebras da coluna vertebral, que também causa sintomas pressionando os nervos.

Leia mais

Mulher é contaminada e morre após usar hidromassagem de hotel
Mulher perde olho após tomar banho usando lentes de contato
Tintura de cabelo faz jovem ficar com rosto deformado e quase morrer

Foto Reprodução WalesOnline

Leah foi medicada, mas sofria alucinações aterrorizantes por conta dos remédios. Ela também teve uma punção lombar – usada para liberar fluido –, mas isso piorou sua condição e pode ter sido o gatilho para o vazamento de líquido espinhal. “Eu já cheguei tão longe nesta jornada e não tenho como desistir agora. Meus filhos merecem mais do que uma múmia”, disse ela.

Por conta disso, ela criou a página GoFundMe em uma tentativa de conseguir descobrir mais sobre suas condições debilitantes. Leah acredita que uma equipe especializada em Barcelona pode ajudar com sua AAI.

Doadores já a ajudaram a arrecadar cerca de 12 mil reais. Com isso, ela está fazendo sua própria pesquisa sobre o tratamento que precisa. “Tenho 37 anos de idade sem treinamento médico, então me vejo tendo que ser meu próprio médico.”