Mulher fica com língua peluda e preta após tomar antibiótico

Por Korin Miller – Women’s Health EUA

Divulgação The New England Journal of Medicine

Você e sua língua já estão juntas há muito tempo, então é normal ter uma ideia bastante sólida de como ela deve estar diariamente. Por isso, seria totalmente compreensível se você surtasse completamente ao ver sua língua peluda e preta. Sim, isso aconteceu de verdade!

O caso ocorreu com uma mulher não identificada e acabou sendo compartilhado em um jornal médico. De acordo com o New England Journal of Medicine, ela foi ao hospital depois de ter sofrido uma “lesão grave por esmagamento” em ambas as pernas após um acidente de carro.

A mulher desenvolveu uma infecção e recebeu tratamento com antibiótico. Contudo, uma semana depois, começou a sentir náusea, um gosto ruim na boca e notou que sua língua ficou preta e com pequenos pêlos.

Leia mais

Jovem amputa polegar após desenvolver câncer por morder pele dos dedos
Mulher perde unhas após ir na pedicure. Saiba o que aconteceu
Jovem morre de doença causada por absorvente interno. Entenda

A suspeita dos médicos era de que o remédio teria causado esses sintomas. E eles estavam certos: sua condição tem o nome de “língua peluda e preta”.

Língua peluda e preta? O que é isso?

É uma condição benigna (acredite!) e temporária que, basicamente, faz com que sua língua fique preta e com pêlos. “Ela ocorre devido à falta de estimulação na parte superior do órgão, resultando no acúmulo de uma proteína chamada queratina – a mesma que compõe o cabelo”, de acordo com o Genetic and Rare Diseases Information Center (EUA).

Segundo a The American Academy of Oral Medicine (EUA), o acúmulo dessa propriedade pode causar essa aparência de fios. E quanto mais tempo fica, mais provável é que a língua tenha bactérias, leveduras e alimentos que se acumulam na boca.

Uma curiosidade apontada pela instituição é que a língua negra nem sempre é preta – ela também pode ficar marrom, branca, verde ou rosa, dependendo do que você coloca na boca (como líquidos ou doces).

Existem outros sintomas além de uma língua cabeluda negra?

Geralmente não, embora às vezes seja possível sentir uma queimação na língua, devido às bactérias. “Se o acúmulo de queratina for grande o suficiente, no entanto, pode causar uma sensação de engasgo ou cócegas no céu da boca ao engolir, além de mau hálito e gosto estranho”, segundo a The American Academy of Oral Medicine.

E como isso pode acontecer?

Embora a condição possa acontecer a qualquer momento e com qualquer pessoa – por mais que seja mais comum em pessoas mais velhas –, alguns fatores do estilo de vida podem influenciar. São eles: álcool ou tabaco, desidratação, higiene bucal deficiente e uso de medicamentos como antibióticos.

Então, qual é o tratamento para a língua cabeluda negra?

Novamente, como a língua cabeluda negra é temporária, ela pode sumir sozinha. A indicação dos médicos é de evitar os fatores de risco que possam ter causado o problema. Além disso, é importante manter uma ótima higiene bucal.

Em alguns casos, no entanto, antifúngicos, retinóides ou enxaguantes bucais medicamentosos podem ser prescritos para acelerar a cicatrização. E em casos super raros, esses pêlos compridos podem ser cortados ou removidos.

Na história citada acima, a medida para tratar o problema foi trocar o medicamento da mulher. Felizmente, depois disso, sua língua voltou ao normal em quatro semanas.