Descobrimos 7 motivos pelos quais você costuma suar tanto a noite

Por Leila Milgrim e Emily Shiffer – Women’s Health EUA

Suar a noite
Foto Shutterstock

Imagine: Você deita na sua cama, se aconchega sob o edredom e adormece… Só para acordar algumas horas depois totalmente encharcada de suor. Péssimo? Sim. Meio assustador? Também.

“Na maioria das vezes, suar a noite pode ser algo totalmente inofensivo – como a temperatura do seu quarto ou o tecido do seu pijama. Contudo, em outras, isso pode ser um sinal de uma condição subjacente”, explica Neomi Shah, professor e médico pulmonar e do sono, no Icahn School of Medicine at Mount Sinai (EUA).

Leia mais

Dicas para melhorar a qualidade do seu sono
Veja como o sono pode te deixar mais forte

“Uma regra geral? Se o seu suor noturno persistir por mais de dois ou três meses, vá ao médico”, orienta o profissional. Mas em vez de já ir pensando que é algo grave, dê uma olhada no que normalmente causa esse problema nas mulheres e o que você pode fazer.

7 motivos pelos quais você costuma suar a noite

1. Seu quarto é muito quente

“Qual a temperatura do seu quarto agora? Se é algo diferente de 20 a 21 graus, provavelmente é muito quente”, diz W. Christopher Winter, médico especialista em sono, dos Estados Unidos.

Tecidos menos respiráveis (como o pijama de flanela) também podem contribuir para esse problema. Opte por substituí-los por algodão respirável.

A sensação de calor também pode impedir sua capacidade de realmente adormecer. No processo do sono, a temperatura do seu corpo deve cair de um a dois graus abaixo do normal, e isso não ocorre em um ambiente quente.

2. Você tem hiperidrose

De acordo com a Academia Americana de Dermatologia (AAD), isso acontece essencialmente quando uma pessoa transpira mais do que o necessário (sim, mesmo enquanto dormem).

Uma grande diferença entre a hiperidrose e a transpiração comum: a hiperidrose afeta apenas partes específicas do corpo, de acordo com a DAA, especificamente suas palmas das mãos, pés, axilas e cabeça. No entanto, lembre-se de que isso é suor excessivo, podendo inclusive interferir nas atividades diárias (como abrir maçanetas ou usar computadores).

Se você acha que tem hiperidrose, converse com seu dermatologista. Ele poderá prescrever desodorantes específicos ou outros métodos de tratamento como injeções de Botox para bloquear as glândulas sudoríparas, de acordo com o AAD.

3. Você está realmente fugindo de algo em seus pesadelos

Esta é provavelmente a explicação mais simples para esses suores: “Se a transpiração é crônica, às vezes pode ser que o paciente esteja totalmente saudável e esteja realmente correndo ou assustado em um sonho”, diz Harry Banshick, médico, dos Estados Unidos. “O suor é a consequência de representar o sonho.”

Se você está tendo pesadelos persistentes e constantes, consulte seu médico.

4. Seu corpo está passando por mudanças hormonais

“Uma das causas mais comuns de suores noturnos para as mulheres é a flutuação dos níveis de estrogênio”, aponta Nandi. “A menopausa está associada a ondas de calor, por isso não é incomum que os pacientes relatem sudorese mesmo durante o sono”, completa Shah.

Se você estiver grávida ou em período menstrual, essas flutuações hormonais também podem levar à sudorese noturna. No entanto, a menopausa tende a causar suores mais persistentes, e se realmente afeta sua qualidade de vida ou sono, Shah diz que vale a pena conversar com seu médico sobre.

“Suar na menopausa é imprevisível, mas se você conversar com seu ginecologista sobre a terapia de reposição hormonal, isso pode ajudar a manter suas temperaturas sob controle.”

5. Você está tomando antidepressivos

“Os pacientes que tomam antidepressivos podem definitivamente ver um aumento nos suores noturnos”, diz Shah. Isso porque certas classes de medicamentos podem causar uma reação adrenérgica, que tem a ver com seus níveis de adrenalina e leva à transpiração.

Mas há boas notícias se você não quiser trocar seu antidepressivo. Shah diz que há opções para acalmar a produção de adrenalina, o que não vai neutralizar suas necessidades de saúde mental.

6. Seu corpo está lutando contra uma infecção

“Infecções em geral estão relacionadas com mudanças na temperatura. Elas vêm com febre e isso é obviamente uma razão comum para suar”, diz Shah.

Uma infecção rara que é comumente associada a suores noturnos é a tuberculose. Ela pode infectar qualquer parte do corpo, mas é bem conhecida pelo seu efeito nos pulmões.

“Pessoas com uma condição imunocomprometida, como o HIV, podem desenvolver a tuberculose com mais facilidade”, diz Shah. “Você pode começar a suar durante o sono antes de tossir ou perceber que algo está errado”, completa.

7. Você tem linfoma não diagnosticado

“Linfoma – um câncer de parte do sistema imunológico, de acordo com a U.S. National Library of Medicine (NLM) – pode causar vários sintomas como febre, alterações na perda de peso e, sim, suores noturnos”, aponta Shah. “Seu corpo reconhece o linfoma como algo que precisa combater e aumenta sua temperatura para tentar fazê-lo”, acrescenta.

“Embora isso ocorra à noite, a transpiração intensa pode ocorrer durante o dia também. Por isso, procure o médico se tiver algum outro sintoma”, finaliza.