Máscara de cílios: conheça os diferentes tipos de cerdas e seus efeitos

Confira as dicas de Edu Hyde para escolher o produto mais adequado para você

shutterstock

A máscara para os cílios é um dos produtos mais importantes presentes em um nécessaire. Muitas mulheres não podem suportar a ideia de sobreviver sem ela ou imaginar uma produção sem usá-la para dar aquela arrematada final. Não é para menos, esse produto pode fazer milagres.

Tudo começou no antigo Egito, quando Cleópatra aplicava uma mistura de metais e óleos de animais para deixar seus cílios e olhos mais pretos. Depois, no começo dos anos 30, as mulheres começaram a curvar esses pelos e cobri-los com máscara. Hoje, com o avanço da indústria de cosméticos, esses produtos contém escovas com cerdas diferentes, que entregam resultados específicos.  Entenda qual a função de cada escova e como ela deve ser utilizada para obter o efeito desejado:

Cerdas curtas e grossas
Ajuda a reter o produto entre as cerdas e aumenta o volume dos fios.

Cerdas finas e duras
Serve para “pentear” os cílios, tendo como objetivo alongar e evitar que se formem “gomos”.

Cerdas bem separadas
Ideal para deixar os cílios mais soltos e bem penteados.

Cerdas alternadas
Ele define os cílios, dando aspecto de maiores e mais volumosos. É indicado para quem tem fios ralos e curtos.

Cerdas em formato “C”
É perfeita para quem tem os cílios caidinhos, porque ela ajuda a curvá-los para cima.

Cerdas no formato de “ouriço”
Esse é o mais diferente de todos os aplicadores. Com ele, você passa o produto em qualquer ângulo e nenhum cílio fica sem rímel.

Com cursos na Make UP Forever, na M.A.C. e na escola de maquiagem e cinema Make UP School, de Los Angeles, o beauty artist Edu Hyde atualmente integra o time das agências SD Management, em São Paulo, e Jed Root, em Nova York. Recentemente o maquiador foi chamado para compor a equipe do programa “Troca de Estilos”, do Discovery Home and Health.

 

COMPARTILHAR