Este é o motivo pelo qual você fica muito mais excitada no período menstrual

Por Lindsay Geller e Macaela Mackenzie – Women’s Health EUA

Ficar mais excitada no período menstrual
Foto Shutterstock

Todo mês sua menstruação chega com os mesmos sintomas: cólicas, inchaço, cansaço… Só para citar alguns. Mas ela também pode trazer outro convidado (muito, muito mais divertido) para a festa: uma libido selvagem e louca. Então fique tranquila. Não há nada de estranho ou errado em ficar mais excitada no período menstrual.

Vamos explicar. “Esse “surto particular de sex appeal” acontece durante a ovulação – na metade do ciclo, ou duas semanas após o período menstrual – graças a um ligeiro aumento na testosterona”, diz Mary Jane Minkin, médica e professora clínica de obstetrícia e ginecologia na Yale University Medical School (EUA).

Ok, explique melhor isso de ficar mais excitada no período menstrual

Embora a ciência não seja totalmente definitiva, eis o que os médicos sabem. “O ciclo menstrual envolve a ascensão e queda cíclicas do estrogênio, progesterona, testosterona e DHEA”, diz Adeeti Gupta, ginecologista obstetra e fundador da Walk In GYN Care (EUA). Daí o nome “ciclo”. Todos esses hormônios desempenham papéis-chave em seu impulso sexual.

Em um estudo de 2013 publicado na Hormones and Behavior, os pesquisadores exploraram a conexão em um grupo de mulheres. Eles mediram os níveis de hormônio durante dois ciclos menstruais completos e compararam os resultados com os níveis diários, onde as participantes registraram atividade sexual e sentimentos de frieza.

Os pesquisadores descobriram que alterar os níveis de estrogênio e progesterona teve sérios efeitos sobre a libido. “Provavelmente porque o estrogênio, que cai no início do período menstrual, mas começa a subir gradualmente no segundo ou terceiro dia, promove a libido e o desejo”, explica Gupta.

Leia mais

10 lugares que você precisa transar ao menos uma vez na vida
Afinal, como faço para encontrar meu ponto g?
4 orgasmos que toda mulher deveria ter

“Enquanto isso, a progesterona, um hormônio estabilizante que ‘não é muito sensual’, está em um ponto baixo”, completa Minkin. Então é possível que você se sinta ainda mais excitada em sua ausência também.

Por outro lado, a excitação pode afetar a menstruação?

Não. Seus hormônios já estão flutuando por conta própria, então a excitação sexual não tem nenhum efeito importante no seu ciclo menstrual, de acordo com Minkin.

Ainda assim, “algumas mulheres relatam que caso se masturbem ou façam sexo, elas sentem alívio da congestão pélvica ou cólicas menstruais”, acrescenta Nan Wise, neurocientista cognitiva e terapeuta sexual (EUA). Além disso, é uma opção muito melhor do que tomar remédio, né?

E, claro, seus sentimentos mais frios do que o normal podem certamente afetar o humor durante a menstruação. Sexo e orgasmo são conhecidos por aliviar o estresse – algo que você pode estar subconscientemente desejando durante aquela época do mês.

“Em alguns casos, as mulheres podem simplesmente querer ter um orgasmo para relaxar e descontrair”, diz Janet Brito, psicóloga e terapeuta sexual em Honolulu (EUA). “Enquanto em outros, elas podem estar apenas querendo uma conexão íntima. O importante é ouvir o seu corpo e dar o que ele precisa.”

Para fazer isso, ela recomenda manter um diário sobre como sua menstruação afeta sua excitação e vice-versa. Isso, diz Brito, pode ajudá-la a se sentir à vontade para discutir suas necessidades, promover a conscientização do corpo e, finalmente, melhorar seus relacionamentos pessoais e de parceria.

E o anticoncepcional pode afetar?

Você pode ter ouvido o boato de que anticoncepcional praticamente mata seu desejo sexual. “Como o controle de natalidade hormonal funciona impedindo que o útero ovule, eles também interrompem esse pequeno aumento na testosterona, por isso faria sentido”, explica Minkin.

A pílula, em particular, pode afetar sua libido ao longo de seu ciclo, porque também aumenta algo chamado globulina de ligação a hormônios sexuais (SHBG).

“Se você tem alguma testosterona livre correndo em seu corpo, SHBG é como Pac-Man”, explica ela. “Basicamente, só come a testosterona. Muitas pessoas pensam que é por isso que o controle da natalidade pode diminuir sua libido.”

Dito isto, a pesquisa é realmente bem dividida. Em um estudo de 2013, a maioria dos usuários de anticoncepcionais não relatou nenhuma diferença significativa em seu tesão, apesar de seus corpos mostrarem uma diminuição na testosterona livre e aumento na SHBG.

E em outro estudo, a partir de 2016, as mulheres em contracepção hormonal relataram maiores impulsos para o sexo com um parceiro do que aquelas que usavam tipos não hormonais. Enquanto isso, mulheres com métodos não-hormonais relataram maior desejo solitário (leia-se: interesse em masturbação).

Portanto, é possível que tipos específicos de controle de natalidade afetem tipos específicos de impulsos sexuais, mas a ciência ainda está confirmanda. Fascinante.

Então o tesão no período menstrual dependente totalmente dos meus hormônios?

“Não, de jeito nenhum! Sentir-se excitada durante o período também pode se resumir a diferenças individuais”, diz Wise. “As mulheres podem gostar mais ou muito menos de sexo durante esse tempo, dependendo do seu conforto físico”, completa.

“Algumas mulheres, quando estão menstruadas, não ficam tão afim de sexo. Outras, por outro lado, querem transar por alívio.”

O desejo maior de fazer sexo no período menstrual também pode estar ligado a um alívio subconsciente em saber que você não está grávida (se você não está tentando ficar, pelo menos). Também é menos provável que você conceba quando estiver menstruando – e há “definitivamente uma liberdade psicológica” nesse conhecimento, de acordo com Brito.

Então, enquanto seus hormônios que mudam definitivamente comandarem o show, sua cabeça também pode entrar na dança. Mas se você não ficar excitada durante o período menstrual, não se preocupe: não há nada – repito, nada! – de errado com você.