Cuidados com a pele: produtos para melhorar o ritual de beleza

Por Guilherme Takahashi e Amber Kallor

Veja quais produtos devem ser acrescentados à sua rotina de beleza para uma pele ainda melhor

cuidados-com-a-pele-womens-health

Não dispensa o café para dar aquele up no organismo antes de começar o dia? A mesma lógica pode ser aplicada ao seu ritual de beleza. Descubra os produtos que intensificam sua rotina de cuidados com a pele.

Cuidados com a pele

Antes do sérum…

Esfoliante

Os cosméticos em sérum 
são os queridinhos dos dermatologistas. E não é
 à toa. Eles possuem uma concentração maior de ativos que os em creme, seja para hidratar, clarear, firmar ou rejuvenescer a pele. 
Mas de nada adianta contar com ingredientes poderosos 
se eles não conseguirem ser absorvidos. Para isso, a dica da dermatologista Carla Vidal,
de São Paulo, é esfoliar. “A esfoliação nada mais é que a remoção das células mortas. Quando não removidas, formam uma barreira que impede
a penetração correta dos cosméticos pelo organismo.” Mas não vá exagerar: lançar mão do esfoliante não é uma prática diária como a aplicação do sérum. A frequência vai depender do seu tipo de pele. “Quem tem maior oleosidade pode fazer duas vezes por semana. Nas outras, o processo deve ser feito uma vez por semana no máximo”, diz
a dermatologista Cláudia Marçal, de Campinas (SP).
Para um resultado mais uniforme na absorção do sérum, não deixe de massagear cada parte do rosto por
igual, aplicando a mesma pressão suave. Ou recorra aos esfoliantes químicos, que não dependem da força. Só não deixe de consultar seu médico antes, já que não são todas que podem utilizar esse tipo de produto.

Antes do protetor solar…

Sérum antioxidante

Um dos maiores vilões da pele saudável e bonita são os raios solares. Eles podem causar danos que vão de queimaduras a câncer, passando por envelhecimento precoce, manchas e flacidez. E boa parte desses problemas é decorrente de um processo chamado oxidação, causado pela radiação do sol.

Uma forma de prevenir esses prejuízos é reforçando o  ltro solar através de cosméticos antioxidantes. “A associação de ingredientes como vitamina C e E, por exemplo, faz com que o dano oxidativo seja revertido em parte, potencializando a ação de defesa imunológica e de reparo da pele”, conta Cláudia. Outro ativo para procurar é o ácido ferúlico, capaz de neutralizar os radicais livres (compostos que desencadeiam a oxidação e envelhecem as células) e, segundo estudos, inibir a geração de melanina, prevenindo manchas de sol. A dermatologista ainda recomenda complementar os cosméticos com o uso oral de vitamina C para um reforço de dentro para fora.

Retoque a proteção: A recomendação médica é que se reaplique o protetor solar ao longo do dia, em média, de duas em duas horas. Para fazer isso sem prejudicar a maquiagem, aposte no pó com FPS 30 ou superior.

Antes do tratamento de acne…

Máscara de argila

Impurezas e excesso de oleosidade fazem a alegria das bactérias que levam às espinhas. Por isso, máscaras de argila conseguem ajudar na batalha contra a acne.

“Ela contém alumínio e sílica, minerais que possuem ação adstringente e, assim, auxiliam na remoção do óleo excessivo da pele, além de poder ter um efeito abrasivo, fazendo uma leve esfoliação”, dia Patrícia Mafra, dermatologista de São Paulo.

Use-a, no máximo, três vezes por semana para evitar danos por conta da abrasividade. O tratamento de acne, no entanto, é diário!

Purificação ativada: Outra boa alternativa são as máscaras de carvão ativado, com propriedades puri cadoras devido às partículas extremamente porosas que funcionam como uma esponja, absorvendo a oleosidade e as impurezas da pele.

Antes do retinal…

O ingrediente derivado da vitamina A é consagrado na dermatologia quando se trata de reverter sinais da idade. Mas para que ele consiga fazer a mágica do rejuvenescimento em você, é necessário prestar atenção nos seus passos anteriores.

Sabonete suave (para a pele mista a oleosa)

Caso seu sabonete seja específico para combater a oleosidade excessiva e a acne, talvez ele contenha um ativo chamado peróxido de benzoíla. Segundo a farmacêutica e cosmetóloga Mika Yamaguchi, de São Paulo, ele tem ação antisseborreica, antisséptica e queratolítica. Em outras palavras: combate espinhas e deixa a pele mais fina e macia. Até aí nada de errado. O problema é que ele é incompatível com o retinol e pode neutralizá-lo, acabando com o efeito anti-idade.

“Existe uma preocupação porque o peróxido de benzoíla é oxidante, e o ácido retinoico sofre essa oxidação, se tornando inativo. Por isso, muitos médicos não gostam de usá-los juntos”, diz Lucas Portilho, farmacêutico de Campinas (SP), que aponta que os componentes dos produtos mais modernos já conseguem proteger o retinol dessa possível oxidação e lembra que o sabonete só vai agir no momento em que estiver na pele – ou seja: se for bem enxaguado, não tem problema.

Mesmo assim, Mika faz a ressalva: “O peróxido de benzoíla, muitas vezes, resseca a pele, podendo dar um efeito rebote, além de sensibilizá-la. E usar o retinol em conjunto pode deixar o rosto muito sensível”. Por isso, é melhor optar por um sabonete suave.

Ceramidas (para pele seca ou sensível)

Nesses casos, o retinol pode causar vermelhidão e irritação nas primeiras semanas de uso e é preciso falar com o seu dermatologista para que ele reveja o tratamento ou a concentração do ativo na receita.

Porém uma dica pode ser o uso de cremes com ceramidas, que são um dos principais componentes da camada super cial da pele, essenciais para mantê-la saudável, já que reduzem a perda de água, equilibrando a hidratação.

“Devido ao efeito hidratante, regenerador e protetor, eles podem atenuar o efeito irritante dos retinoides”, a rma Patrícia. E são ótimos aliados para quem tem rosácea.

Leia mais: rosácea, o que você queria saber

Sede noturna: Ao fazer o tratamento com retinol, é bom manter a pele hidratada. Para não correr o risco de sofrer com o ressecamento no meio do sono, vale colocar um umidificador no quarto e melhorar a qualidade do ar no ambiente.

Antes do anti-idade…

Hidratação

“Quanto mais hidratada a pele estiver, maior será a absorção do produto antienvelhecimento ou de qualquer outro tipo de tratamento”, já ensina Thaís Pepe, dermatologista de São Paulo. Isso acontece porque a célula com a quantidade ideal de água é mais permeável, permitindo que os ativos entrem.

E a preparação com um hidratante antes do anti-idade se torna cada vez mais necessária conforme o tempo vai passando, já que a pele tende a  car mais seca com o envelhecimento.

O tempo de pausa antes de aplicar o segundo produto é de, aproximadamente, um minuto. “Mas é bom sempre veri car se o rosto absorveu tudo e  ficou com o toque mais sequinho antes”, diz. Um passo mais rápido que tomar um cafezinho – e que pode fazer a diferença.

*Essa matéria, originalmente intitulada “Pre-pa-ra antes de tudo”, foi publicada na ed. 96, de agosto de 2017, da Women’s Health Brasil. Você pode conferir a edição completa pelo nosso aplicativo, basta clicar aqui. Lá você encontra sugestões de produtos da WH Brasil para dar esse boost à sua rotina de beleza. Vale a pena conferir.

COMPARTILHAR