Alimentação pode ter influência nas lesões sofridas nos esportes?

Por Nathali Oliani

Foto Reprodução/Instagram

Quem nunca se machucou ou sofreu alguma lesão por fazer exercícios há um bom tempo ou por algum trauma? Seja você amante dos esportes, atleta profissional, amador ou praticante de atividade física, é muito importante se prevenir para evitar esse tipo de situação. O esporte é prazeroso, mas precisamos nos preparar para praticar com segurança.

Quem me acompanha e me conhece sabe o quanto eu sou apaixonada por esportes. Desde pequena sou praticante fiel, em especial do snowboard, esporte o qual fui atleta profissional por muitos anos.

Vou contar um pouquinho para vocês como tudo aconteceu. Meu primeiro contato com a neve foi entre 7 e 8 anos e desde então a paixão só cresceu. Logo me federei pela Confederação Brasileira de Desportos na Neve (CBDN) e passei a viajar e competir pelo mundo todo por 9 anos.

Mas vida de atleta não é um mar de rosas, né? Eu passei por momentos de conquistas, alegrias e vitorias, mas também vivenciei fases duras de cobrança, treinos intensos, pressão e até algumas lesões que me levaram a quatro grandes cirurgias. Operei os joelhos três vezes e o pé uma. Aprendi muito com essas cirurgias, com a fisioterapia e com o pós-operatório de cada uma.

Mas como prevenir as lesões nos esportes?

Existem lesões de diversos tipos, seja ligamentar, óssea, aguda, crônica… O importante é sempre termos um acompanhamento profissional de uma equipe multidisciplinar que cuide de perto dos seus treinos e supervisione a intensidade, quantidade e ritmo para que você não se machuque ou sobrecarregue.

Outro ponto importante é sempre fazer um trabalho de profilaxia de fortalecimento, uma vez que a maioria dos esportes demanda a musculatura fortalecida.

Sobre a alimentação, é superimportante ter um nutricionista que acompanhe e coordene seu cardápio com os treinos para que esteja tudo adequado. Este profissional também poderá te orientar sobre uma suplementação alimentar complementar de acordo com a fase de treino que você estiver.

Existem fases de periodização de treinamento, macro, micro, meso ciclo e isso cada equipe, treinador ou preparador fisco deve manter coordenado com seu aluno.

Outro profissional importante é um fisioterapeuta que posso te orientar sobre como previr e evitar algumas lesões. Cabe também ao medico do esporte acompanhar o seu paciente e orientá-lo sobre essa prevenção.

Qual o melhor treino nestes casos?

Eu, particularmente, sou adepta ao treino funcional, pois engloba desde o trabalho de equilíbrio até o de força, potência, explosão e elasticidade. Acho esse tipo de treinamento muito completo e você pode adequar para qualquer perfil e idade.

Além disso, algumas modalidades de esportes demandam muito e para isso você precisa estar preparado física e mentalmente. Saber intercalar os treinos com descanso é fundamental e também pode ajudar a minimizar as lesões.

Hoje em dia, estou em outra fase de vida. Não participo mais de competições, me cuido bastante e faço exercício físico por qualidade de vida, em outro ritmo e intensidade. Exercício físico faz você se sentir mais feliz, libera hormônios que dão sensação de prazer e alegria.

Leia mais

Dá pra ser feliz praticando esportes, sim!
Esportes: saiba tudo sobre o Rocky Mountain Games

Costumo dizer para meus pacientes: “faça do seu alimento o seu medicamento e do exercício seu bem estar.” Comer bem e exercitar-se são os maiores bens em que você pode investir para ter uma saúde plena e com longevidade.

Continuo indo para a neve todo ano. Quando consigo, vou até duas ou três vezes, sempre com meus amigos e parceiros da Snowonlin, especializados nesse tipo de viagem.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Nutrologia/Medicina Esportiva (@nathalioliani) em

E para quem não conhece a neve ou está pensando em alguma viagem assim, não deixe de ter essa experiência. A energia e o astral são indescritíveis. Mas, por favor, façam um trabalho físico adequado com antecedência e com um profissional. Isso fará a toda diferença e você vai se divertir ainda mais, eu garanto!

Duvidas ou dicas sobre nosso próximo assunto por aqui? Me escreva em @nathalioliani.