Testamos o relógio TOMTOM Runner 3

O modelo permite armazenar até 500 músicas, tem GPS integrado e monitora desde corrida até esportes aquáticos

O modelo permite armazenar até 500 músicas, tem GPS integrado e monitora desde corrida até esportes aquáticos

Divulgação

Por Rubi Okamoto

De cara, gostei muito do design e achei-o confortável. O material da pulseira é bem agradável ao toque e, apesar de eu ter pulso mais fino, consegui usar a versão maior da pulseira, sem a sensação de que ele poderia ficar solto no braço. Outra característica legal é que o display pode ser facilmente destacável da pulseira o que facilita muito na hora de limpar ou mesmo de troca, caso a pulseira se quebre (possui varias opções de cores da para poder combinar com a roupa do treino ou da vida mesmo).

Leia mais:
+ TESTAMOS: TÊNIS REEBOK ZPUMP FUSION 2.5

Falando das funcionalidades básicas, esse modelo possui monitor cardíaco embutido, isto é você, não precisa andar com aquela cinta embaixo do top que pode atrapalhar.  Registro de atividades como corrida, ciclismo, natação (com resistência de até 40m de profundidade) e estilo livre, mas testei apenas a função de corrida. Além de monitoramento diário de atividades como sono, calorias queimadas, quantidade de passos (uma função que gosto, pois sempre me estimula a bater os 10 mil todos os dias). É possível baixar gratuitamente o app MySports no Smartphone e sincronizar seus registros, controlar o progresso e até compartilhar com seus amigos suas conquistas.

A novidade desta versão é a “exploração de rotas” e o que seria isto? É a função de traçar novos percursos de corrida sem se preocupar em ficar perdida. Fui testar numa viagem que fiz para Londrina (PR), cidade que fui apenas uma vez há quase 10 anos. Como na época não corria, desconhecia os trajetos por lá. Perguntei ao meu amigo quais eram os lugares que os corredores costumavam a ir e ele me indicou um grande lago bem conhecido e perto do hotel. Como tinha que cumprir mais de 16 km no longão, resolvi testar essa função, e funcionou bem; você precisa apenas programar a distância e sair que depois o relógio vai indicando o caminho de volta. Também é possível baixar trajetos feitos por outros usuários.

Ainda dentro das possibilidades de programação, você consegue fazer treinos mais simples com esses longos, que precisam apenas da metragem ou tempo, intervalados com pouca variação de distancia ou ritmo. Mas o que senti falta é a possibilidade de programar treinos mais complexos (como diferentes quantidades de distâncias e tempos), que são os que acabo fazendo durante alguns dias da semana com meu treinador. Fica aí uma sugestão para os desenvolvedores.

O Runner 3 possui cinco variações: com valores a partir de R$ 999 (mais básico, até R$ 2399 com função de cardio e music (podendo armazenar quase 500 músicas e com fones de ouvido sem fio). O que testei está na faixa de R$1.599 e já está disponível em todo o Brasil.