7 razões para você estar com a menstruação atrasada

Por Zahra Barnes

Foto: Shutterstock.

A menos que você esteja tentando engravidar, ter um período menstrual regular é, ao mesmo tempo, uma benção e uma maldição. De um lado, você tem de lidar com cólicas, inchaço e mudanças de humor. Do outro, ufa, você não está grávida! Quando ter um bebê não está entre suas prioridades na agenda, uma menstruação atrasada pode ser um momento realmente assustador, mas existem outros poucos fatores culpados.

Aqui, a ginecologista obstetra Alyssa Dweck, co-autora do livro V is for Vagina (ainda sem versão em português), oferece razões potenciais pelas quais sua menstruação atrasou. Elas, contudo, não tem nada a ver com filhos.

Grande perda de peso ou exercícios em excesso

“Essa é uma razão que eu vejo raramente em meu escritório”, diz Dweck. “Se o seu IMC caiu rapidamente para um número menor que 18 ou 19, sua menstruação provavelmente será interrompida.” Porém, isso não é estritamente baseado no IMC. Condições sérias, como anorexia e bulimia, podem causar isso, mas treinar para uma maratona ou outro evento que requer mais treino do que o usual também é capaz de desregular seu ciclo. “A natureza tem o seu jeito de protegê-la de uma gravidez quando percebe que o seu corpo está passando por um estresse extremo. Seu organismo previne a ovulação para que você não tenha muito estrogênio, não construa um grande forro uterino e, consequentemente, não menstrue”, diz Dweck.

Estresse

Um grande evento assustador em sua vida pode causar amenorreia hipotalâmica. “Essa área particular do cérebro, o hipotálamo, é onde um monte de hormônios da sua menstruação é regulado”, diz Dweck. “O hipotálamo é muito afetado pelo estresse.” Se está lidando com uma grande mudança, como morte na família, término de relacionamento ou qualquer outro desses eventos da vida que estejam abalando você, eles podem ser a causa da sua menstruação atrasada.

Uma tireoide desregulada

A glândula tireoide, localizada em seu pescoço, regula o seu metabolismo. Ela também interage com muitos outros sistemas em seu corpo para manter as coisas funcionando sem problemas. “Se você está lidando com qualquer tipo de desequilíbrio na tireoide, seja isso hipo ou hipertireoidismo, é possível que sofra implicações em seu ciclo menstrual”, diz Dweck. Se você reparar outros sintomas de um distúrbio na tireoide, cheque com o seu médico para um diagnóstico preciso.

Síndrome do Ovário Policístico

É um desequilíbrio hormonal que se resume a uma falta de ovulação. Com isso, você acaba com 17níveis alterados de estrogênio, progesterona e testosterona. “Nós estamos vendo muito mais disso, embora existam graus variados. Isso pode causar a perda da menstruação completa ou somente uma menstruação desregulada”, diz Dweck. Outros sintomas da SOP incluem crescimento de pelos em lugares como face e peito, dificuldade em perder peso e questões com fertilidade.  Seu ginecologista pode ajudá-la com um plano de tratamento para controlar a condição.

Doenças crônicas, como a celíaca

“Eu sei que a doença celíaca está na mente de todo mundo agora”, diz Dweck. Ele está se referindo à doença que é caracterizada pela intolerância ao glúten. “Qualquer doença crônica que não é tratada ou diagnosticada é um agente estressante ao seu organismo e pode resultar em perdas de menstruação.”

Sua pílula anticoncepcional

A perda ou atraso da menstruação pode ser um produto inofensivo da medida que você toma para evitar a gravidez. “Algumas pílulas de doses baixas irão causar uma falta de menstruação. É bom saber que isso não é perigoso e muitas vezes funciona como um efeito colateral bem-vindo”, diz Dweck. O mesmo vale para outros métodos hormonais, como DIU, implantes ou injeções. Se você parou de tomar pílula, pode ser que sua menstruação demore um pouco a voltar. Mas fique tranquila, pois ela geralmente retoma em poucos meses.

Menopausa prematura
Quando mulheres abaixo de 40 anos têm hormônios falhando, eles podem levar a uma menopausa prematura. Isso também é conhecido como insuficiência ovariana. Junto a uma perda de menstruação, os sintomas incluem lampejos de calor, suores noturnos e secura vaginal. “Isso não é muito comum, então você não deve se preocupar com isso”, diz Dweck. Se seu ginecologista excluir as outras causas e achar que essa pode ser a razão do problema, ele vai ajudá-la.