6 razões pelas quais você está fazendo cocô verde

Por Emily Shiffer – Women’s Health EUA

Fazer cocô verde
Foto Shutterstock

Bom, se você não costuma olhar para seu cocô depois de ir ao banheiro, é melhor começar a adotar esse habito. Acredite: checar seu “número dois” pode dizer muito sobre sua saúde.

Formato, tamanho e textura são importantes, é claro – mas a cor das fezes também indica diversas coisas. O vermelho, por exemplo, geralmente pede um pouco de atenção (a menos que você tenha comido uma grande quantidade de beterraba!). Fazer cocô verde também pode ser um sinal de alerta.

Vamos voltar um pouco. “O cocô obtém sua típica cor marrom por conta de diversos fatores: bile amarelo-verde (produzida no fígado, liberada pela vesícula biliar), células mortas, bactérias intestinais e, é claro, desperdício de comida não utilizado”, explica Michael Rice, gastroenterologista da Michigan Medicine Gastroenterology Clinic (EUA).

Leia mais

Aqui estão 9 possíveis razões pelas quais você sente dor ao fazer cocô
O que o seu cocô diz sobre sua barriga?

Na maioria dos casos, “o cocô verde raramente é preocupante”, diz Rice. Mas ainda assim, é importante saber por que ele está com essa cor.

1. Você está em antibióticos

“Sim, os antibióticos são ótimos para uma infecção bacteriana, mas eles também matam as boas bactérias em seu intestino”, explica Rice. “Às vezes, quando isso acontece, pode fazer seu trato gastrointestinal funcionar um pouco mais rápido – o que pode mudar a cor das fezes.”, Isso acontece porque os pigmentos biliares amarelo-esverdeados podem não se romper completamente.

Para melhorar isso: probióticos. “Os probióticos são microrganismos vivos de várias cepas de bactérias e leveduras que já vivem naturalmente em seu corpo”, explica Rice, acrescentando que você pode encontrá-los em alimentos (como o kefir ou iogurte), além de suplementos.

Reabastecer esta boa bactéria em seu intestino quando ela está sendo eliminada por antibióticos pode ajudar seu estômago a manter a ordem.

2. Você tem um problema no estômago

“Quando você tem uma doença estomacal bacteriana ou viral, suas fezes passam rapidamente através de seu trato gastrointestinal – a famosa diarreia. E, em alguns casos, esse cocô pode parecer verde, novamente, porque os pigmentos biliares não estão quebrando, já que as coisas estão se movendo rapidamente”, diz Rice.

“Outra condição chamada giardíase – uma infecção parasitária freqüentemente associada à água potável contaminada com fezes infectadas de animais ou humanos – pode causar sintomas semelhantes”, completa.

Em alguns casos, basta esperar que as coisas se resolvam por conta própria. Só não se esqueça de beber muito líquido. “Mas se você estiver com febre, vômitos, desidratação e dor abdominal intensa, além da diarreia esverdeada, consulte seu médico o mais rápido possível”, diz Rice.

3. Você come muita salada

Aula de ciências: as plantas têm cor verde da clorofila – pigmento verde que as ajuda a absorver luz e crescer. “Se você comer muita salada, esse verde pode aparecer em seu cocô”, explica o profissional.

“Comer muitos alimentos azuis ou roxos, como mirtilos, pode se misturar com os pigmentos biliares verde-amarelados e mudar a cor do seu cocô também”, conta ele. O mesmo vale para corantes azuis e roxos na comida.

Não há nada que você possa realmente fazer sobre isso, a não ser reduzir o consumo de vegetais verdes. Mas talvez você também prefira apenas aceitar seu excremento tingido de verde.

4. Você está tomando suplementos de ferro

Tomar pílulas de ferro via oral pode fazer com que as fezes pareçam pretas ou verdes. Contudo, é importante ter certeza de que elas têm essa cor. Por isso, vá em frente e dê uma espiada no banheiro.

De acordo com a U.S. National Library of Medicine, as fezes pretas são normais quando se toma suplementos de ferro e podem realmente ser um sinal de que seu corpo está absorvendo-as corretamente.

Fezes verdes, no entanto, significam o oposto – que seu corpo não está absorvendo totalmente esses nutrientes. “Neste caso, você deve conversar com seu médico sobre a possibilidade de substituir por outra forma. O ferro intravenoso, por exemplo, não terá este efeito”, indica Rice. De qualquer maneira, você deve estar sempre em contato com o seu médico, já que não deve suplementar sozinho.

5. Você tem doença inflamatória intestinal ou doença celíaca

A doença de Crohn e a colite ulcerativa, duas formas de doença inflamatória intestinal, causam inflamação no trato gastrointestinal. O mesmo acontece com a doença celíaca (uma doença autoimune em que a ingestão de glúten leva à inflamação).

Essa inflamação, então, pode causar diarreia, o que pode fazer seu cocô parecer verde.
“Se você tem algum desses diagnósticos, é importante contar com seu médico para ajudar a mantê-los sob controle”, orienta Rice.