12 dicas de Débora Nascimento para deixar a vida mais leve e feliz

A atriz revela os pilares essenciais para seguir seu caminho com determinação e autoconhecimento

Por Camila Borowsky
Colaborou Larissa Serpa

A atriz não é de meias palavras: é decidida e fala a real sempre. Abaixo, Débora conta como se mantém fiel à si mesma em um jogo rápido de perguntas e resposta.

(SPOILER: você vai se inspirar: Débora é pura força da natureza.)

SEXO
“Definitivamente não combina com imposição.”

COLETOR MENSTRUAL
“A gente não é criada para ter a consciência do nosso corpo e acha que tudo que sai de nós é sujo, é errado. Com o coletor você tem a noção do tamanho do seu fluxo, da cor dele, do cheiro, de como é… Eu achava que eu tinha um fluxo muito maior do que tenho. Usando o coletor me sinto fazendo um bem para o universo, parece que estou conectada com tudo. Impressionante o poder quando você tem a noção do colo do seu útero, do seu canal vaginal, quando você se toca, se percebe, coloca o copinho da forma certa e retira aquele copinho com resquícios do seu mais precioso poder. Voce não precisa ter filho, não precisa querer ser mãe para ter esse poder. Nós nascemos com ele. Essa energia ninguém tira de nós. E aí você vê a textura do sangue e percebe que ele não tem cheiro. Aquele cheiro horroroso é do absorvente cheio de química.”

FRANGO
“Não como mais. Começou com um medo do excesso de hormônios que eles colocam nos animais e passou para o nojo. Agora tenho sensações semelhantes com a carne de carneiro. Fui para a churrascaria com o José e, enquanto comia, fiquei imaginando o bichinho, então não quis mais: o gosto é diferente, a textura é diferente, o cheiro é diferente. Comecei a associar o cheiro ao pelo, com a carinha do animal e travei. Desde então também não como mais carneiro. Agora estou só na carne de vaca e no peixe.”

PERDIÇÃO
“Adoro cereal com leite de amêndoas. Esse é meu pecado. Às vezes não janto, mas como o cereal com chocolate em pó diet.”

NÃO ABRO MÃO
“Preciso de um docinho no dia: uma geleinha, por exemplo. Mas como chocolate, sim. Consigo ser disciplinada para comer um quadradinho – quando não estou na TPM! Se não, esquece. Nem janto, mas pego meu chocolate e já era [risos].”

REFRIGERANTE
“Não gosto do sabor e me dá aflição aquela coisa gasosa que me faz arrotar o dia inteiro. Não curto. Refrigerante não entra lá em casa.”

FORNO E FOGÃO
“Adoro cozinhar, mas com tempo. Como a gente quase não tem tempo, acabo não cozinhando muito. Curto inventar risotos, saladas diferentes, massas. O Zé faz horrores de omelete, mas eu arraso na tapioca.”

RAINHA DO TEMPERO
“Lá em casa nunca falta azeite de oliva – misturo com alecrim, alho. Temos vários tipos de azeite e temperos. Posso fazer coisas simples, mas sempre tem um temperinho diferente, um molhinho gostoso.  Sou a louca dos molhos.”

CACHOS
“Nem sempre fui bem resolvida com eles. Fui entender que eu tinha um cabelo bonito aos 15 anos, quando comecei a trabalhar como modelo. Mas até aí eu achava que ele tinha que ser liso. Minha mãe não possuía essa referência de como o cabelo cacheado deveria ser cuidado. Ela não sabia cuidar do cabelo dela e não sabia cuidar do meu, então isso refletia na minha falta de referência e identidade. Hoje conheço os produtos, o jeito certo de passar, o corte mais bacana. Agora tento ser o mais genuína para também ser referência para qualquer pessoa de algum jeito – nem que seja da forma mais torta possivel.”

HIDRATAÇÃO
“Procuro hidratar muito meu cabelo. Faço uma vez a cada 15 dias com máscara e óleo essencial. Besunto mesmo. Às vezes durmo com o cabelo besuntado, às vezes vou para a academia e lavo na volta. Procuro não pesar nos produtos depois, isso é importantíssimo, porque o cabelo cacheado tem que ser leve. Ele deve ter vida para poder ficar volumoso. O bonito no cacheado é o volume. E tento usar poucas vezes o shampoo. Às vezes lavo com água e só passo o condicionador, porque o cabelo cacheado tende a ficar ressecado, já que a oleosidade do couro cabeludo não chega nas pontas. Então se toda vez eu lavar meu cabelo com shampoo, ele vai ficar uma palha.”

PELE
“Nunca deixo de passar o protetor solar e, toda vez que tomo banho, hidrato. É regra. Se estou com pressa, hidrato no chuveiro. E acho que beber bastante água ajuda na pele, no cabelo, na disposição, no peso, na fome. Hidratação interna é muitas vezes mais importante que a externa.”

SENHORA DO DESTINO (E DA CARREIRA)
“Eu sou muito vigilante com minha carreira e muito mão fechada com meu dinheiro. Sou conservadora. E tenho o controle da minha carreira. Ninguém me fala o que fazer e o que não fazer. Eu tenho, claro, pessoas que me aconselham, mas tenho total autonomia e posse da minha vida.”

A entrevista completa com a atriz você lê na edição de maio da Women´s Health Brasil disponível em iOS http://apple.co/2f8VgVm e Android http://bit.ly/2fNgfhw

Ei, não vá embora ainda! Leia mais:

10 alimentos que cuidam da sua pele

+ Fique mais confortável durante a menstruação